0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Especial

A mesma origem, força e dedicação

“Erechim tem um papel central nisso tudo, ditar os rumos do desenvolvimento da região”, diz Douglas

“Erechim é indutor de desenvolvimento de políticas públicas para agricultura familiar no Brasil”
Por Ígor Dalla Rosa Müller
Foto Divulgação

A história de Erechim está diretamente interligada com o Alto Uruguai, já que os 32 municípios da região se originaram do desmembramento do Grande Erechim ao longo desses 102 anos. E, por isso, ainda hoje, um século depois as divisões territoriais não significam barreiras, muito pelo contrário, representa autonomia administrativa, e um sistema produtivo regional cada vez mais integrado e interdependente, tendo como base sólida a agricultura de pequenos, médios e grandes produtores.       

“Erechim é o nosso polo de desenvolvimento na região. No começo era tudo uma coisa só, o município ‘mãe', que de certa forma continua sendo central para todo o Alto Uruguai”, afirma Douglas Cenci, 32 anos, coordenador geral do Sindicato Unificado dos Trabalhadores da Agricultura Familiar do Alto Uruguai (Sutraf AU), que embora seja natural de Aratiba, e more lá, trabalha em Erechim há anos, tendo uma relação direta com o município.

E, acrescenta, “a minha família chegou em Erechim como a grande maioria das pessoas que vieram da imigração, viveram momentos muito difíceis, e parte dessa trajetória foi vivida aqui”, lembra.

Uma só economia 

Douglas comenta que toda economia regional passa por Erechim e não tem fronteiras que separam o município dos outros do Alto Uruguai. “A partir de Erechim conseguimos, enquanto região, crescer muito rapidamente, já que somos umas das últimas áreas do Estado a ser colonizada. Não tem barreiras entre os municípios e tudo está diretamente interligado”, explica.

Ele ressalta que ainda se sofre muito pela falta de infraestrutura e investimentos. “Mas Erechim conseguiu provar, por si só, que é capaz de se desenvolver, fruto da força do trabalho das pessoas que aqui vivem”, disse.  

“E a agricultura nesse sentido tem um papel fundamental, embora Erechim tenha os setores comercial e industrial mais fortes, muito ainda da economia é voltado para a agricultura”, afirma.

Segundo Douglas, Erechim é a mola propulsora do desenvolvimento regional. “Tudo passa por aqui, ao mesmo tempo, que o município também depende da economia regional e vice-versa. E na agricultura não é diferente, eu por exemplo, moro em Aratiba, mas compro e vendo em Erechim. Boa parte da infraestrutura de industrialização e comercialização circula aqui. O cenário regional está entrelaçado ao município, assim, é fundamental nesse sentido que Erechim acabe tendo responsabilidade ainda maior”, explica. 

Políticas públicas

Conforme ele, Erechim e região, nesse caso uma força só, são precursores na luta e criação de políticas públicas para a agricultura familiar, sendo que muitas ideias saíram daqui para serem implantadas no Brasil, contribuindo para mudar a vida de milhões de agricultores país afora. “Erechim é indutor de desenvolvimento de políticas públicas para agricultura familiar no Brasil”, comenta.

Avanços

A agricultura melhorou muito em todos os aspectos, observa Douglas, que também trabalha no campo. “Não retrocedemos em praticamente nada, apesar de ainda ter muito para avançar em questões de infraestrutura, tecnologia e superação do conservadorismo. Mas estamos no rumo certo”, diz. E, acrescenta, “Erechim tem um papel central nisso tudo, ditar os rumos do desenvolvimento da região”, salienta.  

Trabalho e dedicação

“Quero ressaltar a bravura do povo daqui, que mesmo com todas as dificuldades que tiveram que enfrentar conseguiram construir tudo o que temos hoje”, diz. Ele fala que Milão na Itália tudo é organizado e perfeito, fiação de luz enterrada, calçadas de mármore, no entanto, foi construída ao longo de 2 mil anos de história. “Erechim, do jeito que está, em 102 anos, é algo extraordinário, fruto do trabalho e dedicação das pessoas que construíram nosso desenvolvimento”, destaca.

Publicidade

Blog dos Colunistas