25°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Região

Chuva gera prejuízos em estradas e setor agrícola de Carlos Gomes

Equipes da prefeitura trabalham para solucionar os problemas o mais breve possível

teste
Alguns trechos de estradas e lavouras do interior estão cobertos pela água
2
Por Vicente Giesel Hollas [email protected]
Foto Prefeitura de Carlos Gomes/Divulgação

As tempestades registradas em toda a região nos últimos dias também ocasionaram danos em Carlos Gomes, onde o grande volume de água provocou pontos de alagamentos e estragos em diversas estradas do interior do município — o que ocasionou dificuldades aos moradores que transitam por tais vias — além de prejudicar os agricultores do município, que contabilizam perdas e atrasos na colheita do milho “safrinha”.

Segundo a administração municipal, a equipe da Secretaria de Obras trabalha intensamente para desobstruir as estradas, limpar os bueiros e fazer o possível para atender a todas as demandas, que são muitas em razão dos estragos de grande magnitude.

Estradas

De acordo com o secretário de Obras, Valdomiro Antonio Prilla, as equipes sequer conseguiram recuperar os danos causados às estradas pelas chuvas anteriores antes das fortes tempestades registradas nesta semana. “Nós estamos fazendo o possível, com máquinas trabalhando para facilitar o tráfego de veículos, por meio do desentupimento de bueiros e outras ações que visam a melhoria da situação”, destacou Prilla, que também salientou que em Carlos Gomes não houve queda de granizo e os transtornos em vias públicas ficaram praticamente restritos à área rural.

Aulas suspensas

O secretário ainda pontuou que, em razão de existir trechos de vias cobertos pela água, as aulas no município tiveram de ser suspensas, pois grande parte dos estudantes e o transporte escolar não consegue trefegar por estes locais. A princípio, as atividades escolares ficarão interrompidas até a próxima segunda-feira, 27, entretanto, o retorno depende da melhoria das condições climáticas.

Agricultura

Como representante da administração municipal, Prilla também falou sobre os impactos da chuva para a colheita do milho “safrinha”, utilizado pelos agricultores na produção de silagem para alimentação dos rebanhos de bovinos. “A gente pede desculpas à população, principalmente aos produtores de leite, pois como choveu demais, não conseguimos concluir a colheita de silagem para todos os agricultores. Quando o tempo colaborar iremos colher para que não falte alimento para o gado”, destacou.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas