25°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Mundo

Presidente da AMAU participará da Cúpula Mundial da Família 2022 que se realiza em Genebra, Suíça

Prefeito de Getúlio Vargas, Mauricio Soligo, estará em viagem ao exterior do dia 26 de junho a 3 de julho

teste
Prefeito de Getúlio Vargas Mauricio Soligo .jpg
Por Assessoria
Foto Divulgação

O presidente da Associação de Municípios do Alto Uruguai (AMAU), Mauricio Soligo, estará viajando a Genebra/Suíça, no próximo sábado, 25, para participar da Cúpula Mundial da Família 2022 (World Family Summit 2022), que acontece de 28 e 29 de junho de 2022, em Genebra/Suíça, no Palácio das Nações Unidas.

Ele recebeu convite da Organização Mundial da Família (WFO) e do Instituto das Nações para Treinamento e Pesquisa (UNITAR) em parceria com o Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais das Nações Unidas (DESA), a Divisão das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável e Inclusivo, as Nações Unidas (ONU), o Escritório de Financiamento das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável e o Ramo de ONGs das Nações Unidas. O evento também celebrará o 75º Aniversário da Organização Mundial da Família. O convite veio assinado pela presidente da World Family Organization, Dra. Deisi Kusztra, e pelo Secretário-Geral Adjunto das Nações Unidas e Diretor Executivo da UNITAR, Nikhil Seth.

Durante os dias 30 de junho e 1º de julho, Soligo participa de um evento que integra a programação da Cúpula Mundial da Família, organizado pelo Governo do Paraná, juntamente com a UNITAR e WFO, que reúne presidentes de Associações de Municípios do Paraná e participantes da Cúpula, onde serão discutidos os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável a nível local. Participam do evento presidentes de 20 Associações de Municípios do Paraná, mais o presidente da AMAU, especialmente convidado para o evento também pelo Governo do Paraná.

Nos últimos anos, o Paraná passou a utilizar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) como guia para melhorar as áreas de saúde, educação e segurança, além de diminuir a desigualdade social e preservar o meio ambiente. O Governo do Estado criou a estratégia Paraná de Olho nos ODS, que tem como foco o planejamento, a execução e o monitoramento de políticas públicas alinhadas à Agenda 2030 da ONU.

Também estará participando da Cúpula Mundial da Família e do evento dos prefeitos do Paraná, o presidente do Consórcio Público Intermunicipal da Região do Alto Uruguai (Cirau), Carlos Alberto Bordin, prefeito de Jacutinga, que também recebeu o convite da WFO e Unitar.

 

CÚPULA MUNDIAL DA FAMÍLIA E AGENDA 2030

A Cúpula Mundial da Família 2022 tem como tema: “InvestInFamílias”- Autoridades Locais e Famílias trabalhando juntas para reduzir a pobreza e a fome, promover educação de qualidade e bem-estar, crescimento econômico reduzindo as desigualdades em um ambiente inclusivo de paz e segurança e Nenhuma família deixada para trás”.

Ao lançar a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, os Estados Membros das Nações Unidas e a sociedade como um todo reconheceram que a dignidade do indivíduo é fundamental e que os objetivos e metas da Agenda devem ser alcançados por todas as nações e pessoas e por todos os segmentos da sociedade. Não deixar ninguém para trás é o princípio primordial em transformar os compromissos da Agenda em ações efetivas requer uma compreensão precisa da população-alvo. Mulheres, homens, crianças, jovens, idosos, pessoas com deficiência, pessoas vivendo com HIV, indígenas, refugiados, deslocados internos e migrantes, todos eles têm em comum o fato de pertencerem a uma Família que vive em Nível Local.

Segundo a presidente da WFO, Deisi Kusztra, apoiar as autoridades locais e as famílias na implementação da Agenda 2030 com todos os seus 17 ODS é uma oportunidade excepcional para responder à crise da pandemia de COVID-19, promovendo uma melhor integração da comunidade com o setor público, levando a esperança renovada, harmonia, crescimento e criação de empregos, garantindo ao mesmo tempo sustentabilidade.

Este ano, a Cúpula Mundial da Família 2022 destacará o ODS 11 – Cidades Sustentáveis e Comunidades Fortes – vinculado aos ODS 1 (Erradicação da pobreza), 2 (Fome zero e agricultura sustentável), 3 (Saúde e bem-estar), 4 (Educação de qualidade) e 5 (Igualdade de gênero). A Cúpula visa trabalhar para a implementação da Agenda 2030 e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, sem Nenhuma família deixada para trás.

 

UNIVERSIDADE DE PREFEITOS

O Governo do Paraná está envolvendo presidentes de associações regionais de municípios paranaenses no projeto da Universidade dos Prefeitos. A proposta visa ampliar a integração entre Estado e municípios com foco em estimular e acelerar mecanismos de implementação e acompanhamento local da Agenda 2030 e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) no Paraná.

A ação, coordenada pela Superintendência Geral de Desenvolvimento Econômico e Social (SGDES), órgão vinculado à Casa Civil, busca capacitar lideranças dos municípios paranaenses por meio de um curso híbrido (online e presencial), com apoio de plataforma desenvolvida pelo Instituto das Nações Unidas para Formação e Pesquisa (UNITAR) e pela Organização Mundial da Família (WFO). O curso envolverá os prefeitos dos 399 municípios do Paraná e a certificação será dada pela UNITAR.

O lançamento oficial da plataforma de conhecimento, com apresentação da aula magna será entre no dia os dias 28 de junho, na sede das Organizações das Nações Unidas (ONU), em Genebra, na Suíça, na Cúpula Mundial da Família, e contará com a presença de 40 líderes municipais do Estado e da Associação dos Municípios do Paraná (AMP), mais o presidente da AMAU, Mauricio Soligo, e o presidente do Cirau, Beto Bordin. Visitas técnicas a órgãos vinculados à ONU complementam o cronograma de atividades. Na Suíça, os prefeitos terão condições de conhecer de perto como funcionam as agências ligadas à ONU, os organismos internacionais.

A Universidade dos Prefeitos trabalhará com diferentes vertentes, atuando na capacitação em gestão municipal, na elaboração de projetos para a obtenção de recursos internacionais a fundo perdido e no repasse de informações atualizadas sobre projetos de organismos como o Fundo de Emergência Internacional das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT), entre outros.

Os participantes terão acesso ao que há de melhor no mundo. Há recursos disponíveis a fundo perdido para financiar o desenvolvimento dos municípios, mas faltam projetos qualificados para a obtenção desses fundos. “O Paraná inovador e pioneiro envolve as cidades. O curso é a chance de dar voz aos municípios em nível internacional”, comenta a presidente da WFO, Deisi Kusztra.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas