29°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 5,58 Dólar R$ 5,12
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 5,58 Dólar R$ 5,12

Publicidade

Mundo

Erechinense participa da 6ª temporada de ‘Vikings’, que estreia hoje

Com exclusividade, Christian Miola revela os bastidores da superprodução

Christian Miola
Diferentes momentos das gravações. Segundo Christian Miola, fãs podem esperar cenários deslumbrantes
Diferentes momentos das gravações. Segundo Christian Miola, fãs podem esperar cenários deslumbrantes
Diferentes momentos das gravações. Segundo Christian Miola, fãs podem esperar cenários deslumbrantes
Por Salus Loch
Foto Divulgação

Com estreia nacional às 23h desta quinta-feira (5), na FOX Premium 2, a série ‘Vikings’, produzida pelo History Channel, chega à sua 6ª e última temporada. Serão 20 episódios – a um custo médio de 4 milhões de Euros cada – que vão ao ar entre dezembro e janeiro de 2020. A superprodução arrebanhou fãs ao redor do mundo dando vida à mitologia nórdica, a partir de personagens marcantes e uma trama intensa, gravada em paisagens de tirar o fôlego.

Nesta edição, chegou a vez de um erechinense aparecer na telinha. Trata-se de Christian Miola, 44, formado em Ciências da Computação na URI/,Erechim que deve estar presente em cerca de uma dezena de episódios da série. Em entrevista ao Bom Dia, Christian, que mora em Dublin, na Irlanda, e trabalha no setor alimentício e numa agência de ‘extras’ (figurantes) conta como aproveitou a oportunidade, além de revelar aprendizados, sentimentos e bastidores do roteiro escrito por Michael Hurst. Confira o texto, narrado em primeira pessoa pelo próprio ator:

Velho Mundo

‘Cheguei em Dublin, capital da Irlanda, em setembro de 2017 para fazer intercambio de inglês com a finalidade de desenvolver o idioma, bem como vivenciar a experiência de viver no exterior conhecendo novas culturas e costumes. Devido a essa facilidade, já tive oportunidade de conhecer 18 países da Europa’.

Selecionado em menos de 48 horas

 ‘A oportunidade de trabalhar como extra (figurante) surgiu em julho 2018 quando retornei a Dublin após pouco mais de três meses na Itália para reconhecimento da cidadania Italiana. Vi um anúncio num grupo de “Brasileiros em Dublin” no Facebook no qual dizia que os interessados deveriam preencher um formulário respondendo a perguntas básicas como medidas corporais e experiência em atuação, descrevendo, ainda, habilidades circenses e similares. Era preciso, também, enviar foto de corpo inteiro para o endereço da produção por correio. Para minha surpresa, menos de 48 horas após o envio da correspondência, a produção de Vikings me ligou para o Costume Fitting (Prova de Figurino) em Wicklow, aproximadamente 1h de Dublin de ônibus’.

Portas aberta

‘A Irlanda é uma referencia em produções cinematográficas, pois o governo dá incentivos para produções e estúdios aqui instalados. Netflix, BBC, History Channel, Apple TV entre outros são alguns que usufruem desses benefícios’.

15 kg

‘O figurino basicamente consistia de um roupão vermelho por baixo, calça preta de “collant”, colete, cinto, pulsos/munhequeira de couro, capacete, botas, além das armas: escudo, lança, espada e arco e flecha condizendo um peso aproximado de 15kg. Se era difícil para nós, que estávamos apenas representando, imagino no período dos embates, onde se lutava pela vida’.

Treino com o exército

‘Para a correta utilização das armas, participávamos de um bootcamp (treinamento) com oficiais do exército irlandês buscando dar mais realismo às cenas, o que também era observado durante as marchas do exército, que também estavam presentes às gravações’.

16 horas por dia

‘Durante a fase final de gravações, quando da batalha Vikings x Saxões, tivemos duas semanas intensas, ultrapassando, em alguns casos, 16h de trabalho por dia. O ônibus da produção com os extras (figurantes) partia do centro de Dublin às 5h em deslocamento ao interior de Wicklow distante /1h até o local das filmagens (mata), que poderia variar a cada dois/três dias conforme as cenas’.

Refeições

‘Ao chegarmos ao local das gravações éramos recepcionados pela produção com um típico ‘Irish Breakfast’, além de uma mesa composta de frutas, cereais, iogurte e bebidas quentes como chá e café. Logo em seguida nos dirigíamos para a equipe de figurino e make up e às 7h estávamos prontos para um dia inteiro de gravação que não terminaria antes das 20hs. O almoço e os breaks (lanches) eram servidos muitas vezes no próprio local das filmagens ao ar livre’.

Dez repetições

‘Cada cena era repetida exaustivamente, numa média de cinco a seis vezes por tomada, até que o diretor obtivesse o resultado esperado. Em algumas ocasiões, chegávamos a gravar dez vezes a mesma tomada. Portanto, um episódio finalizado que você assiste com 45 minutos, leva em média dez a 15 dias para ser filmado.

Batalhas

‘A maioria das gravações que fiz foram cenas de marcha, batalha em campo aberto e dentro da floresta, além de cenas de acampamento’.

Frente a frente

‘A cena mais marcante com certeza foi quando nos reunimos cerca de 500 figurantes entre vikings e saxões frente a frente separados por uma distância de 50 metros no meio da mata para o embate, o silêncio no ar e a ansiedade gerava uma grande excitação pelo que estava por vir’.

Sensação especial

‘Sem dúvida, foi uma experiência gratificante, pois tive a oportunidade de conviver com pessoas de múltiplas culturas e etnias. Estiveram envolvidas entre produção, direção, atores, figurantes e equipes de apoio mais de 40 nacionalidades. Enfim, participar de uma superprodução como esta foi marcante pela possibilidade de compartilhamento de experiência e aprendizados, que foram desde um melhor entendimento da história da Europa Medieval até o reconhecimento da importância do papel dos dublês ou de como são geradas as explosões e as cenas que emocionam a todos’.

 

Curiosidades:

# Christian pode conciliar as gravações de ‘Vikings’ com sua ocupação na indústria de alimentos porque na Irlanda o trabalhador é horista (diferente do regime celetista, adotado no Brasil). Os cronogramas de trabalho são elaborados em conjunto (patrão e empregado), permitindo que o colaborador exerça mais de um ofício. Além das gravações de ‘Vikings’, Christian participa da série Foundation, na Apple TV.

# A gravação dos 20 episódios da 6ª temporada foi dividida em dois períodos: fevereiro/maio de 2018 e julho/novembro de 2018.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas