25°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Região

Complexo do Laçador começa virar realidade

Parque vai receber nesta etapa mais de R$ 600 mil, mais um empreendimento para resgatar cultura e estruturar turismo no município de Jacutinga

teste
Divulgação/PM Jacutinga
Por Ígor Dalla Rosa Müller [email protected]
Foto Divulgação/PM Jacutinga

O projeto do complexo do Parque do Laçador de Jacutinga foi aprovado pelo governo do Estado, e faz parte dos investimentos do Programa Avançar Turismo. O Parque do Laçador vai receber, nesta etapa, mais de R$ 600 mil, sendo R$ 120 mil do município e mais de R$ 482 mil por parte do Estado.

O prefeito de Jacutinga, Beto Bordin, em nome da administração municipal, agradece aos profissionais que auxiliaram na elaboração desse projeto em tempo recorde, assim como, ao governo estadual, em especial, ao secretário, Ronaldo Santini, e sua dedicada equipe, e também ao deputado, Dirceu Franciscon, pelo apoio aos projetos do município. 

O prefeito explica que o Parque do Laçador faz parte do planejamento turístico do município de Jacutinga e visa proporcionar espaços de lazer e entretenimento para a comunidade, além de infraestrutura adequada para realização de atividades na área da pecuária e ações tradicionalistas, mantendo viva as tradições gaúchas.

Segundo Bordin, o objetivo é construir um parque com pista de laço, para arremate de gado, ovelha, cavalos, com arquibancadas, galpão crioulo e áreas de acampamento. Além disso, ressalta o prefeito, o local terá pista de ciclismo, que começa na avenida Pederoba e vai até a região do Parque do Laçador.

“A administração municipal em tempo recorde conseguiu elaborar os projetos, apresentá-lo e ter aprovação, por isso, nossa felicidade neste momento em poder contar com a aprovação desses recursos que são de suma importância, não somente para o tradicionalismo, mas também para o turismo”, afirma. 

Múltiplas obras

O prefeito ressalta que o complexo do Laçador envolve uma série de obras. Bordin comenta que o objetivo é, assim que assinar os contratos e liberar os recursos, iniciar as obras para que estejam prontas até o fim do ano.  

Publicidade

Blog dos Colunistas