14°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Região

Jacutinga: avançar ainda mais na produtividade agrícola, diz prefeito

Prefeito Beto Bordin assinou lei municipal do ‘Fertiliza Jacutinga’ programa de incentivo à correção de solo

teste
Divulgação
Por Da redação
Foto Divulgação

O prefeito de Jacutinga, Beto Bordin, assinou, na última semana, a lei municipal nº 2887/2021 que cria o Programa de Incentivo à Correção de Solo, que será denominado ‘Fertiliza Jacutinga’. A iniciativa tem por objetivo incentivar a correção de solo, por meio da doação de corretivos de acidez de solo (calcário, gesso e outros), aos produtores rurais devidamente inscritos e aprovados no Conselho Municipal de Agricultura.

O secretário de Agricultura, Darci José De Ré, destaca que o programa é de suma importância para o incentivo à produção, e que a Secretaria de Agricultura fornecerá total suporte aos produtores. Por fim, o secretário se coloca à disposição para sanar eventuais dúvidas pelo telefone (54) 3368-1291.

Primeira e segunda etapas

O vice-prefeito, Ricardo Menegaz, enfatiza que poderão participar, na primeira etapa, agricultores familiares de Jacutinga que integram os programas PISA do Sebrae/Senar/Farsul e do Programa Gestão Rural Sustentável da Emater/Ascar com Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP).

Já na segunda etapa, poderão participar os demais agricultores familiares do município. O vice destaca que é de responsabilidade da Secretaria Municipal de Agricultura Abastecimento e Meio Ambiente definir critérios e selecionar produtores rurais, após aprovação do Conselho Municipal de Agricultura.

Avançar ainda mais

O prefeito Beto Bordin ressaltou que o objetivo do programa é possibilitar a correção da acidez do solo de propriedades rurais, de base familiar, envolvidas na atividade agrícola, pecuária e de hortifrutigranjeiros.

“Disponibilizar recursos do orçamento municipal para compra de corretivos de solo (calcário, gesso e outros), conforme regramento, para melhorar as condições físicas, químicas e biológicas dos solos, bem como a sua conservação. Dar acompanhamento técnico desde a retirada de amostra do solo para análise e de sua interpretação, até a distribuição dos insumos nas lavouras. Possibilitar que pequenos produtores rurais possam utilizar os corretivos para melhoramento do solo”, disse.

Beto enfatiza que Jacutinga já se destaca pela sua produtividade das safras de soja e milho. “O objetivo do programa é avançar ainda mais para que a produção do nosso homem do campo seja valorizada, cada vez mais. E, como uma das prioridades da administração municipal é incentivar o setor primário, este é o caminho”, destacou.

Quem tiver interesse em participar do Programa de Recuperação e Correção de Solo poderá se dirigir ou fazer contato na Secretaria Municipal de Agricultura.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas