25°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Região

Paulo Bento: “o que define o município é o nosso povo empreendedor”

Afirma o prefeito, Gabriel Jevinski, que ressalta, o cidadão paulobentense tem vocação pra crescer em qualquer setor, na indústria, comércio ou agricultura

teste
Município completa 25 anos de emancipação política e administrativa
“Temos um município pequeno, mas organizado e com povo trabalhador”, afirma Gabriel
Por Ígor Dalla Rosa Müller
Foto Arquivo BD

O município de Paulo Bento completa, nesta sexta-feira (16), 25 anos de emancipação política e administrativa. Na avaliação do prefeito, Gabriel Jevinski, o progresso foi muito grande se comparado quando era distrito, já que chegou a pertencer a cinco diferentes municípios.

Ele ressalta que, hoje, o município oferece uma saúde de qualidade à população, assim como uma educação de qualidade. “As nossas estradas são boas. O setor industrial teve um crescimento muito grande nestes 20 anos. Houve um progresso muito grande no município”, disse.

Autonomia   

Segundo o prefeito, a municipalização foi muito importante para Paulo Bento, porque se o município não tivesse se emancipado seria, atualmente, uma cidadezinha com alguns pares de casa. “Hoje, Paulo Bento se destaca na região”, afirma.  

Muitos avanços

Gabriel ressalta que entre as maiores conquistas, nestes 20 anos, foi poder proporcionar saúde de qualidade aos munícipes, gerar crescimento do setor industrial, proporcionando emprego e renda para a população local, que não precisa mais sair do município para trabalhar fora.

Demandas

O prefeito comenta que a grande demanda municipal ainda é continuar investindo no setor produtivo, na indústria e na agricultura. “Na indústria, buscando mais empresas, e na agricultura, fomentando a tecnologia, porque só se consegue crescer na agricultura com mais tecnologia porque não tem mais área para expandir”, observa. E, acrescenta, “o investimento no setor agrícola traz retorno para o município.

Desta forma, o objetivo é buscar mais indústrias para esse setor, já que o município está licenciando um novo Distrito Industrial, para fazer a distribuição dos terrenos, que fica localizado na divisa de Paulo Bento com Erechim. “Essas são as principais ações para a gente poder crescer”, diz.     

Agrícola e industrial  

Conforme o gestor, até pouco tempo atrás se diria que Paulo Bento era um município essencialmente agrícola, mas, hoje, já dá para dizer que a economia local é formada 50% pelo setor agrícola e 50% pelo industrial. “E o que define o município é o nosso povo empreendedor, que tem vocação pra crescer em qualquer setor, na indústria, comércio ou agricultura. Somos descendentes de europeus e temos uma visão de futuro com crescimento e muito trabalho”, afirma.

Para o desenvolvimento econômico e social continuar no município, na avaliação do prefeito, é necessário fazer mais investimentos na agricultura. “O que já estamos fazendo, e buscar mais empresas para fazer parte do nosso parque industrial. E nisso o Poder Público tem papel central”, observa.

Legado

“Primeiro, é preciso agradecer as pessoas que começaram este município, os nossos antepassados, que deixaram um legado para a população de Paulo Bento. Parabenizá-los, porque temos um município pequeno, mas organizado e com povo trabalhador. E uma juventude que busca formação, porque não existe crescimento sem capacitação do jovem com tecnologia”, comenta.

O prefeito Gabriel enfatiza que, hoje, o jovem pode pensar em trabalhar no município porque tem empregos. “E, Paulo Bento, além de ser uma cidade industrial, tem essa proximidade com Erechim que facilita o jovem a trabalhar. No meio rural há outra particularidade, também, explica o prefeito. “O nosso jovem continua no interior trabalhando no campo, porque o produtor está cada vez mais investindo em tecnologia”, disse.

Publicidade

Blog dos Colunistas