0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Região

A meta é fomentar a agricultura em Barra do Rio Azul

Barra do Rio Azul tem 1.933 habitantes
Marcelo Arruda
Por Paola Seibt - paola@jornalbomdia.com.br
Foto André Medeiros

Com 76% dos votos, chapa de consenso tem o desafio de manter o jovem no interior 

Acompanhado pelo vice-prefeito Maximino Basso (PDT), o prefeito eleito de Barra do Rio Azul Marcelo Arruda (PTB), esteve na redação do Jornal Bom Dia no início de outubro. Falou sobre sua trajetória e comentou sobre os desafios e quais são as metas para os próximos quatro anos de governo.

Aos 33 anos, Arruda assumirá em 2017, pela primeira vez, um cargo eletivo em Barra do Rio Azul. É contador e advogado por formação e, durante o curso superior presidiu o Diretório Central dos Estudantes (DCE), por quatro gestões. “Eu iniciei no movimento estudantil e tive a oportunidade de conversar com as entidades e universidade e isso foi me dando mais experiência para a questão política,” comenta. Por um período assessorou a Câmara de Vereadores do município e em 2009 assumiu a secretaria da Fazenda, permanecendo no cargo até 2011. Em Porto Alegre, integrou a diretoria administrativa da secretaria do Trabalho do RS e em seguida a diretoria administrativa da Metroplan - responsável pela gestão do transporte metropolitano. Em 2012 retornou ao município para concorrer à prefeitura de Barra do Rio Azul, sem lograr êxito.

Há pelo menos dois anos, os partidos começaram a dialogar no caminho de buscar uma chapa de consenso. “Cada liderança, cada partido cedeu um pouco, pois todo mundo gostaria de ser prefeito ou de ser vice. Mas o que conseguimos construir com as lideranças é que neste momento alguém da oposição [deveria] ser candidato a prefeito e, quem estava na situação, que era o grupo do Maximino, entendeu que era o momento de abrir mão do candidato a prefeito e aceitar ser o vice e ter um espaço que era justo para acontecer este consenso,” explica. De acordo com ele, a composição visitou todos os moradores, levando a mensagem de que o consenso não visava acomodar partidos ou pessoas. “O consenso era para a gente procurar estar unido, buscar mais recursos para o município e ter mais união das pessoas, assim com certeza era Barra que iria ganhar. Tivemos 76,19% de votos na nossa chapa. Na região, Barra teve a melhor aceitação entre os três municípios que tinham chapa única. Ficamos felizes e isso nos motiva ainda mais para trabalhar e dar retorno para a população,” afirma.

Entre as prioridades para os próximos quatro anos, destaca o objetivo de querer manter as pessoas que vivem no interior morando no meio rural. “O nosso município é 99% agrícola e o grande desafio é manter o jovem no interior e mostrar para ele que vale a pena continuar, pois terá uma renda melhor do que indo para a cidade para ganhar um salário mínimo. O interior de Barra é desenvolvido e o que movimenta são integrados de suínos, aves e leite,” diz.

Ligação asfáltica

A tão sonhada ligação asfáltica entre Barra do Rio Azul e Erechim também está entre as metas da futura administração. “A proposta é buscarmos emendas com deputados e recursos através do governo federal para tentar pavimentar a rodovia. O atual prefeito já fez 300 metros e a nossa ideia é tentar um a dois km por ano,” enfatiza. Levar água encanada para 100% das residências também está entre os principais objetivos, já que 15 famílias que moram no interior ainda não têm acesso à rede. Já na cidade, o grande desafio é gerar emprego e renda. “Não adianta sonharmos com uma grande empresa. Temos que incentivar pequenos negócios que gerem um, dois, cinco empregos. São famílias que dão oportunidades dentro do município,” pontua.

Arruda finaliza expondo que irá priorizar o diálogo com o Legislativo e com a população na sua administração.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas