22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 6,39 Dólar R$ 5,39
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 6,39 Dólar R$ 5,39

Publicidade

Região

Barra do Rio Azul: município entrega mais de 4 mil mudas de citros

As mudas contemplaram 22 famílias beneficiadas pelo programa

Foram entregues 4.500 mudas de laranja, contemplando 22 famílias
Por Da Redação
Foto Divulgação

A reserva e entrega de mudas de citros faz parte do Programa de Desenvolvimento da Citricultura, implantado pela Prefeitura de Barra do Rio Azul, juntamente com a Emater/ASCAR e o Núcleo de Citricultores do município.

O programa beneficia os citricultores com um subsídio de 30% do valor da muda, além dos serviços de limpeza e abertura de estradas dentro dos pomares, que também é subsidiada no valor de 80% da hora-máquina.

Na oportunidade, foram entregues 4.500 mudas de laranja, contemplando 22 famílias beneficiadas pelo programa, perfazendo uma nova área de cultivo de 10 hectares.

Participaram da entrega desse lote de mudas o vice-prefeito, Maximino Basso, a equipe do Escritório Municipal da Emater/ASCAR, o presidente do Núcleo de Citricultores, Ari Feranti, o secretário de Agricultura e Abastecimento, Benildo Trentin, além de todos agricultores beneficiados.

Com o novo plantio o município atingirá uma área plantada de 220 hectares, sendo que em torno de 134 hectares já estão em produção e que no corrente ano deverão produzir em torno de 3.500 toneladas de laranja. Nos próximos anos este total de área irá gerar uma renda aos agricultores de R$ 4.180.000,00

Observa-se que nos últimos 3 anos houve um incremento de mais de 90 hectares de área plantada desta cultura no município. As principais variedades são a valência, salustiana, rubi e a folha murcha.

Leia também

  • Jacutinga: ave dá nome ao município

    Moradores e tropeiros que por ali passavam deram esse nome ao pequeno vilarejo

  • Itatiba do Sul: terra das pedras

    Ao chegar ao local onde hoje é Itatiba do Sul, o imigrante se deparava com a floresta virgem. Como havia muita madeira de lei, o corte das árvores mostrava-se lucrativo, seja para abrir os espaços para a construção dos “ranchos”, preparar o solo, limpar o chão para o plantio

  • Ipiranga do Sul: município construído por muitas mãos

    A formação de Ipiranga do Sul começou na propriedade da família Rigo, que, apesar de não morar lá, possuía um agregado, chamado Jacó Postal, que, junto aos seus familiares, cuidava de terra e trabalhava na lida do gado

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas