18°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Região

Machadinho: redução da compensação financeira preocupa, mas não impede o andamento de obras e investimentos

Nos últimos meses o repasse foi significativamente reduzido, visto a prolongada estiagem e pausa para manutenção do sistemas da Usina Hidrelétrica

Diante do cenário, mesmo com a redução da compensação financeira, Darli destaca que a administração
Diante do cenário, mesmo com a redução da compensação financeira, Darli destaca que a administração
Por Da Redação
Foto Divulgação

O município de Machadinho recebe mensalmente recursos do Consórcio Machadinho, Itá e Foz do Chapecó através de compensação financeira pela utilização dos recursos hídricos. Nos últimos meses o repasse foi significativamente reduzido, visto a prolongada estiagem e pausa para manutenção do sistemas da Usina Hidrelétrica Machadinho.

No ano de 2019 o valor mensal teve como média R$350 mil, totalizando o repasse de R$4.2020.015,00. Já neste ano de 2020, a projeção de repasse é menor. Conforme o assessor contábil Darli Spanholo, a receita dos últimos meses foi reduzida e com a projeção para os meses futuros a receita anual é estimada em pouco mais da metade da receita do ano anterior.

Diante do cenário, mesmo com a redução da compensação financeira, Darli destaca que a administração municipal tem equilibrado as contas públicas e recursos. Não menos importante o poder público municipal tem como prioridade máxima no momento, a área da saúde, com a aplicação de 26,92% em saúde, onde o percentual mínimo exigido é de 15%. O assessor contábil também destaca que na área da educação, mesmo que sem as aulas presenciais, o município atende os 25% exigidos e aplicou R$ 2.511.824,43, ou seja 26,78% em educação.

Com a consciência da responsabilidade fiscal e adequando algumas diretrizes de investimento,  a estimativa é fechar o ano de 2020 com R$26 milhões de receita total, tendo as despesas que acompanham a arrecadação, o que garante à estabilidade financeira, pagamentos a todos os colaboradores e fornecedores e a continuidade de todos os serviços ofertados a população. Além disto, conforme Darli, as reservas financeiras existentes garantem a continuidade das obras projetadas: execução da Rua coberta, construção do CTG, pavimentação por meio de financiamentos entre outros investimentos almejados pela comunidade sem deixar de lado os investimentos na área rural que contempla os agricultores.

 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas