0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Região

Cultivando consciência fiscal na comunidade

Prefeito de Viadutos, Claiton Dos Santos Brum, saudou os participantes e mencionou o quanto é importante a arrecadação dos impostos e a exigência da nota fiscal

encerramento do Projeto Educação Fiscal 2019
Por Assessoria de Comunicação
Foto Divulgação

No último dia 26 de novembro ocorreu o encerramento do Projeto Educação Fiscal 2019, que teve como tema: “Nos trilhos da história: comércio x tributos”. Várias autoridades locais prestigiaram o encerramento.

O prefeito de Viadutos, Claiton Dos Santos Brum, saudou os participantes e mencionou o quanto é importante a arrecadação dos impostos e a exigência da nota fiscal, dos investimentos nos serviços públicos e do compromisso enquanto gestor.

Logo após, o secretário de Educação, Neri Demarco, parabenizou as escolas envolvidas e os estudantes pelo trabalho de pesquisa entre outras atividades que foram desenvolvidas durante o ano letivo.

O evento teve participação das series finais da escola municipal e da escola estadual, professores e comunidade em geral. Os estudantes apresentaram os resultados da pesquisa sobre o comércio de antigamente, a forma de cobrança dos tributos, entre outras curiosidades.

Foi um momento em que todos puderam apreciar as pesquisas e entrevistas realizadas pelos estudantes, fotos e documentos da época, e traçar um comparativo com os dias atuais onde surgiram outros tipos de comércio, enquanto outros desapareceram de Viadutos. Perceber que uma sociedade consciente de seus direitos e deveres é uma sociedade com o poder de decidir seus rumos.

“Neste sentido, a Educação Fiscal visa conscientizar os cidadãos sobre a importância dos tributos para a manutenção das atividades do município e do Estado, sem os quais nenhum progresso social seria possível. Assim a Educação Fiscal visa incutir nos cidadãos esta consciência, de que para termos um bairro, uma cidade, um Estado e um país melhor, exigir a nota fiscal é apenas o primeiro hábito que devemos adquirir. E, além dele, cobrar a boa aplicação do dinheiro público. O dinheiro de todos nós”, disseram os organizadores.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas