0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Região

Gaurama : inclusão garantida

Município garante direitos as pessoas com deficiência por meio de parceria com a APAE

O trabalho é referência regional e é realizado de forma gratuita para usuários e alunos, bem como, p
Por Assessoria de Comunicação
Foto Divulgação

Quando o assunto é inclusão e cidadania, a gestão municipal de Gaurama não mede esforços para garantir direitos as pessoas com deficiência. Por meio de parceria, firmada por um termo de colaboração entre as secretarias de Assistência Social, Saúde e Educação e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), o município oferece um trabalho especializado de referência para a região, garantindo convivência, saúde e aprendizado aos 45 usuários atendidos e seus familiares.

Além do espaço físico que garante conforto e condições adequadas para desenvolver um trabalho com qualidade, Gaurama oferece a APAE a cedência de dois profissional, merenda, água e luz. “Além disso, o governo municipal sempre nos atende prontamente no que precisamos”, afirma a coordenadora, Ana Paula Raiher Zorzi.

Fundada há 28 anos e em pleno funcionamento há 23 anos, a APAE Gaurama presta atendimentos em habilitação e reabilitação de forma gratuita, continuada, permanente e planejada nas áreas de assistência social, educação e saúde. Sua estrutura profissional multidisciplinar é formada por quatro professoras, psicóloga, assistente social, fonoaudióloga, fisioterapeuta, equitador, secretária, motorista, educadora social, dois monitores, serviços gerais e a coordenadora geral, que também é diretora e coordenadora pedagógica da Escola de Educação Especial Pequeno Príncipe, que é mantida pela APAE.

Os atendimentos na APAE de Gaurama são oferecidos nos turnos manhã e tarde. Pela parte da manhã, o foco é habilitação e reabilitação nas áreas de assistência social (Serviço de Proteção Social Básica e Serviço de Proteção Social Especial de Média Complexidade) e saúde (com serviços de fonoaudiologia, fisioterapia, psicologia e equoterapia). Na parte da tarde, acontecem os atendimentos educacionais para alunos/usuários com deficiência intelectual e múltipla nos níveis de educação infantil, anos iniciais do ensino fundamental e EJA.

“Enquanto os alunos/usuários estão na instituição, realiza-se trabalho especializado na área da assistência social voltado aos familiares, com acompanhamento de assistente social e psicóloga onde o foco é o fortalecimento de vínculos. Os familiares formaram um grupo chamado EFA (Envolvimento Familiar Apaeano) que tem diretoria constituída e os recursos oriundos do que é produzido/comercializado pelo mesmo é repassado para a APAE objetivando a melhoria dos atendimentos oferecidos aos filhos bem como manutenção do grupo”, explica a coordenadora Ana.

Os atendimentos, que são gratuitos aos usuários, são custeados por parcerias firmadas com os governos municipais de Gaurama, Viadutos, Marcelino Ramos e Áurea, e estadual e federal.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas