0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Região

Prefeito de Viadutos propôs Moção de Apoio à Polícia Civil

Viadutos
Por Da Redação
Foto Divulgação

Nessa semana, representante dos aprovados da Polícia Civil RS 2018 entregou um documento, elaborado pela Comissão dos Aprovados da PC/RS 2018, ao prefeito de Viadutos, Claiton dos Santos Brum, que apresenta o atual déficit do efetivo da Polícia Civil e a necessidade do chamamento de todos os aprovados no certame. Além do prefeito, a reunião contou com a presença do vice-prefeito, Giovan André Sperotto e do assessor de Gabinete, José Peracchi. Com o mesmo intuito o documento também foi entregue ao presidente da Câmara de Vereadores de Viadutos, José Antonio Olkoski. As duas reuniões contaram com a presença do agente da Polícia Civil, lotado da Delegacia de Viadutos, escrivão Carlos Arnaldo Maito.

Conforme, documento entregue pela Comissão dos Aprovados, "recentemente foi realizado um concurso com 1200 vagas para os cargos de Inspetor e Escrivão de Polícia (600 para cada cargo). O certame, que é composto de várias fases, como prova objetiva, redação, teste de aptidão física, teste de aptidão psicológica, teste de aptidão psiquiátrica e inspeção de saúde, recebeu mais de 40 mil inscritos, sendo que destes, somente 2.418 candidatos foram aprovados em todas as fases e a defasagem atual da Polícia Civil é de cerca de 4 mil agentes. O Estado possui municípios com apenas um policial. A necessidade é de aproximadamente nove mil agentes (inspetores e escrivães) e há efetivo de 4.950, em um déficit aproximado de 45%.

Durante o encontro foi explanado sobre os diversos papéis desempenhados pela Polícia Civil, desde os registros de ocorrências até as investigações, elucidações de crimes e operações para coibir e desmantelar práticas criminosas. A presença da Polícia Civil, por não ser ostensiva, passa muitas vezes despercebida aos olhos dos cidadãos, porém suas ações investigativas, de inteligência são fundamentais para a manutenção da ordem.

Diante dos fatos apresentados, como a criminalidade crescente, o déficit alarmante de policiais civis, o número de 2.418 aprovados diante de uma defasagem de cerca de 4 mil agentes, o prefeito de Viadutos, preocupado com a segurança local e regional, amparou a causa e propôs uma Moção de Apoio para que todos os aprovados no certame realizado em 2018 sejam chamados para o curso de formação e posterior nomeação. O presidente concedeu pleno apoio e alinhado ao poder executivo apresentou a Moção que foi aprovada por unanimidade pelos vereadores.

A Moção será encaminhada ao executivo estadual e aos deputados estaduais para sensibilizar as autoridades competentes da necessidade de organizar um cronograma de chamamento de todos os aprovados para realização do curso de formação e posterior nomeação, com o intuito de incrementar o efetivo policial para combater o crime que assola o nosso Estado.

Publicidade

Blog dos Colunistas