0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Região

De aniversário e um futuro promissor

O município de Cruzaltense está completando 19 anos de emancipação política e administrativa no dia de hoje (16). Segundo o prefeito Kely José Longo, com muito trabalho e apoio da população o município está se desenvolvendo. São vários projetos em andamento na área da cultura, educação e agricultura

“Tenho certeza que o nosso futuro vai ser muito promissor", diz prefeito
"É muito importante a participação da comunidade, da população, no desenvolvimento do município", af
Por Ígor Dalla Rosa Müller
Foto Divulgação

O município de Cruzaltense está completando 19 anos de emancipação política e administrativa no dia de hoje (16). Segundo o prefeito Kely José Longo, com muito trabalho e apoio da população o município está se desenvolvendo. São vários projetos em andamento na área da cultura, educação e agricultura. 

O prefeito acredita que até o fim de ano fique pronto para ser entregue a comunidade um campo de tênis, um campo de futebol de areia e um campo de futebol sete. Além disso, se está iniciando a construção da concha acústica, um anfiteatro, o centro de eventos. “Tudo isso no mesmo espaço, um projeto que desde 2013 vem sendo realizado”, diz.

Também na área de lazer e esporte, o município deve entregar até o fim do ano o ginásio para a comunidade da Linha Santa Catarina.

Agricultura

Outro setor muito importante para Cruzaltense e que vem recebendo muitos investimentos é agricultura. Conforme Kely, hoje tem em torno de 10 aviários sendo instalados, e a prefeitura dá um suporte na terraplanagem, energia elétrica e poços artesianos. “A prefeitura está alocando como incentivo um valor alto, aproximadamente R$ 100 mil para cada dois aviários”, explica.

Esse investimento público se justifica porque quando os aviários começarem a produzir vão aumentar o retorno do ICMS ao município. “Dois aviários vão gerar um retorno de R$ 95 mil por ano”, afirma.

Ligação asfáltica    

Um dos problemas que dificulta novos investimentos e o crescimento do município é a ausência de acesso asfáltico. Faltam seis quilômetros para Cruzaltense ter uma ligação asfáltica. “Estamos na busca incessante dessa obra, mas não está sendo fácil”, afirma.

O prefeito comenta que já faz dois anos que o município vem solicitando ao governo do estado uma parceria para resolver essa questão. A proposta é fazer um convênio, no entanto, não tem resposta do estado.   

“O município está propondo fazer uma parceria com o estado para resolver essa obra, no formato de um convênio. A prefeitura coloca as máquinas, temos pedreira licenciada e o estado entra com a emulsão. No entanto, o estado tem que ter gente com capacidade e coragem para fazer alguma coisa, para fazer sair do papel”, observa.  

As estradas do município, afirma o prefeito, estão em boas condições e recebem manutenção periodicamente.

Saneamento

O saneamento básico é outra grande obra que será realizada no município, um investimento estimado em R$ 2,4 milhões. “Falta somente a liberação dos recursos federais, o resto está praticamente pronto, e aí se dê o início da obra”, diz.

Emancipação

Segundo Kely, a municipalização trouxe muitos avanços e melhorias a Cruzaltense, com reflexos diretos na educação e saúde, entre outras áreas. “A população está sendo beneficiada, a administração consegue oferecer bons serviços para a comunidade”, afirma.   

“Estamos fazendo um excelente trabalho na educação, nosso município em 2017 foi o 5º melhor em educação no estado do Rio Grande do Sul e no 113º no Brasil”, comenta.

O município também é muito atuante na área da saúde, e a administração se empenha muito para que a população seja bem atendida.

Outro reflexo da emancipação é a realização de várias obras. “Como a ponte sobre o Rio Erechim, que auxilia e interliga as comunidades do interior”, comenta.

Segundo o prefeito, o município também está sendo atuante na área social. “Não temos mais ninguém em área de risco, as pessoas foram retiradas desses locais”, afirma.

Ele acrescenta que com uma gestão pública eficiente, mesmo com limitações de orçamento, o município consegue desempenhar o seu papel e oferecer serviços à população. “Na administração passada fomos o 3º município que mais investiu receita corrente líquida, tivemos quase R$ 14 milhões em investimentos”, ressalta.

Participação de todos

De acordo com Kely, é muito importante a participação da comunidade, da população, no desenvolvimento do município. “Não depende só da administração pública, mas também da população querer as coisas, dar o seu incentivo a ‘terra’ onde mora. O município, estado ou país só é grande quando a gente pensa a pátria. Graças a Deus o nosso povo é trabalhador e pensa no bem comum. Tenho certeza que o nosso futuro vai ser muito promissor pelo que as pessoas fazem hoje em prol do município”, afirma.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas