0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Região

“Sempre fazer o melhor para a população”

Afirmação é do prefeito Hilário José Kolassa que prioriza uma gestão responsável, buscando sempre alternativas para usar com mais eficiência os recursos, sem perder de vista a qualidade do serviço

Reformas e ampliação na creche
Prefeito quer construir também até o fim do mandato uma garagem para os veículos da prefeitura num i
Finalizada a construção da ponte de concreto que liga as comunidades de Carlos Serafini e Lajeado Va
Por Ígor Dalla Rosa Müller
Foto Ígor Dalla Rosa Müller

O município de Centenário iniciou o ano com vários projetos sendo elaborados e em andamento. Segundo o prefeito Hilário José Kolassa, a administração municipal vai continuar fazendo uma gestão responsável, economizando, mas sempre buscando fazer o melhor para a população do município.   

Infraestrutura

Conforme Hilário, uma das obras importantes, reivindicada há muitos anos pela população, será a construção de uma ponte na divisa com Floriano Peixoto. “Esse ano vamos conseguir fazer essa ponte com recursos próprios, abrindo mais um acesso entre os municípios”, diz. Assim como, calçamentos, asfaltamento na Vila Hortênsia, melhorias em avenidas, sinalização, paradas de ônibus, lixeiras, passeios, “sempre pensando no bem-estar das pessoas”.  

Avaliação

Segundo o prefeito, o município encerrou o ano com as contas em dia e não fez turno único, a administração municipal trabalhou normalmente até o fim de ano. “Diminuímos alguns serviços para economizar e fechar as contas”, afirma.

Hilário ressalta que o município iniciou o ano trabalhando, recuperando estradas na área rural, fazendo silagem para os agricultores, que iniciou ainda em dezembro. Ele explica que o município subsidia em 50% esse serviço, inclusive na colheitadeira de silagem, máquina grande para áreas maiores.

Recentemente foi aprovado um projeto na Câmara de Vereadores para estimular os investimentos na área rural. “O produtor que precisar fazer uma terraplanagem para implantar um aviário, secador, chiqueiro, o município irá fazer sem cobrar nada, fornecendo ainda cascalho e brita para as estradas”, comenta.

Agricultura

Uma das políticas públicas prioritárias é incentivar a agricultura, já que o município é agrícola e depende 95% desse setor. “Não temos indústria em função de que não ter acesso asfáltico”, observa.

Acesso asfáltico

Conforme Hilário, o município não tem acesso asfáltico, o que prejudica o seu crescimento, a vinda de novos empreendimentos e indústrias. Do Km 25 são oito quilômetros de estrada de chão até Centenário, e mais 12 quilômetros na mesmas condição até Carlos Gomes.   

Ele lembra que esteve em Brasília no ano passado, com o prefeito de Carlos Gomes, na ocasião, entregaram um projeto para captar recursos com a bancada gaúcha para fazer o asfalto até Carlos Gomes. São 20 quilômetros de asfalto, juntando os dois municípios, e o valor em torno de R$ 20 milhões.

Na sua avalição é uma situação difícil, no entanto, independente do resultado que vier de lá, vai continuar cobrando a execução dessa obra.

Saúde

Hoje, Centenário tem quase R$ 300 mil para receber do Estado em recursos atrasados para área da saúde. “A maioria dos municípios e hospitais têm recursos para receber do estado, e está difícil de receber”, diz. O município tem convênio com os hospitais Santa Terezinha de Erechim, São Roque de Getúlio Vargas e o de Aratiba, e dois médicos que atendem 40 horas semanais na Unidade Básica de Saúde.

Conisa

Buscar alternativas para usar com mais eficiência o dinheiro público é também uma das ações da administração municipal. O município participa do Consórcio Intermunicipal de Saúde (Conisa), que envolve em torno de 22 municípios, uma iniciativa semelhante ao Consórcio Intermunicipal da Região do Alto Uruguai (Cirau), que também é sócio.

Conforme o prefeito, o Conisa funciona e dá resultado e os valores dos medicamentos são muito abaixo do valor de mercado. Para compra de pneus, óleo lubrificante entre outros itens, o município vai utilizar outro consórcio: o Cirau. Hilário ressalta que dá para economizar de 20% a 40% dependendo do produto. “Assim, vamos fazendo economia em todas as áreas”, comenta.

Creche

Outro investimentos importante na área da educação é a ampliação da creche do município. O prefeito comenta que a creche era muito pequena para um número muito grande de crianças. “Fizemos um projeto de ampliação e no primeiro ano construímos 200 metros quadrados a mais de creche”, afirma.

As obras não param por aí, agora o município está construindo uma sala na frente da creche, uma estrutura nova com janelas de vidro e cobertura para as crianças, que nos dias de chuva vão poder descer do micro dentro da escola. O objetivo é terminar a ampliação nesse ano.

Garagem

O município tem 27 anos de emancipação administrativa e não tem garagem própria para guardar os veículos e máquinas, observa o prefeito.  A ideia é até o fim do mandato comprar um terreno e fazer esse investimento que gira na faixa de R$ 1 milhão.

Sucessão

“Estou no primeiro mandato. Seguidamente converso com a direção do partido e quem trabalha na administração municipal. Eu estou à disposição, mas vai depender da maioria. Essa decisão vai ser definida em grupo”, afirma.

Veículos   

O prefeito afirma que esse ano o município já comprou uma ensiladeira e uma caminhonete para a agricultura. “Estamos investindo em dois carros novos para a saúde para facilitar o deslocamento. O objetivo é também conseguir uma ambulância nova, com isso vamos ter uma estrutura boa para atender a população”, destaca.

Gestão

“Vamos continuar trabalhando, economizando, para sempre fazer o melhor para a população do nosso município”, conclui.

Publicidade

Blog dos Colunistas