0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Erechim

Unimed Erechim revisa Planejamento Estratégico

Evento ocorreu nos dias 24 e 25 de junho
Por Assessoria de Imprensa
Foto Divulgação

Reuniões proporcionaram o alinhamento de perspectivas às novas demandas dos públicos de relacionamento

Os objetivos da Unimed Erechim para o período de 2014 a 2020 foram repactuados em reunião de revisão do Planejamento Estratégico da cooperativa. O evento, que contou com a presença de diretores, conselheiros, médicos cooperados, colaboradores e convidados, ocorreu nos dias 24 e 25 de junho, no Anfiteatro Dr. Sérgio Benito Maccagnini.

Durante os dois dias, a equipe examinou aspectos relativos a quatro perspectivas: “Aprendizado e Desenvolvimento”, “Processos Internos”, “Clientes” e “Resultados”. Conforme o coordenador de Qualidade e Planejamento Estratégico, Rubens Munaretto, as decisões tomadas no encontro servirão de base para a elaboração de projetos, que se desdobrarão em planos de ação, com indicadores e metas. O Planejamento segue a metodologia Balanced Scorecard (BSC) [em tradução literal, Indicadores Balanceados de Desempenho] e é reanalisado sistematicamente.

As reuniões periódicas também possibilitam o alinhamento da estratégia da cooperativa ao cumprimento de novos requisitos legais e normativos impostos à Operadora de Planos de Saúde. Além disso, oportunizam a análise das transformações econômicas e sociais do país.

Conforme o atuário da Unimed/RS, José Antônio Lumertz, levar em conta estes novos cenários na tomada de decisões é fundamental. “Acompanhar a transição demográfica de clientes e cooperados, por exemplo, é um fator importante para delinear o futuro”, sinalizou.

Na avaliação do presidente da Unimed Erechim, Alcides Mandelli Stumpf, este foi um dos melhores momentos estratégicos vivenciados pela cooperativa. “Decidimos por novos produtos, novas formas de comunicação, inovação dos processos, foco no cliente, atenção primária à saúde, engajamento, gestão de risco, cumprimento de marcos legais, entre outras ações. Tivemos especial dedicação aos temas que envolvem diretamente os médicos cooperados, tais como a remuneração e novas alternativas de atuação médica. A construção coletiva nos permitirá levar ao Conselho de  Administração novas ideias que contribuirão para a sustentabilidade de nosso negócio em senso mais amplo, nos aspectos econômico, social e ambiental ”, destacou.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas