14°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Estado

Site Peça Legal completa um semestre com aumento de 20% na comercialização de peças usadas de veículos

teste
Divulgação
Por AscomRS
Foto Divulgação

O site Peça Legal (www.detran.rs.gov.br/pecalegal), iniciativa do DetranRS para facilitar a busca do cidadão por peças usadas de veículos com garantia de legalidade e selo de segurança, completa seis meses com indicativos expressivos: a comercialização de peças nos Centros de Desmanche de Veículos (CDVs), que são as empresas credenciadas pelo DetranRS para atuar no ramo, aumentou 20% em relação ao mesmo período do ano passado. Em números absolutos, isso significa que, enquanto nesse mesmo período de 2020 foram vendidas 697,5 mil peças, nos mesmos seis meses de 2021 o total chegou a 838 mil.

Todas as mais de 8 milhões de peças à disposição nos 427 CDVs gaúchos encontram-se cadastradas na página e podem ser localizadas por meio de uma busca simples e intuitiva, em que é possível filtrar o modelo e o ano do veículo e procurar o estabelecimento que disponha da peça procurada. Depois, basta entrar em contato com o CDV que dispõe do item para efetivar a compra. Todo o estoque é controlado por um sistema informatizado, que vincula a peça a um veículo específico registrado em nota fiscal.

O diretor-geral do DetranRS, Enio Bacci, celebra o sucesso da iniciativa: “Além de garantir ao cidadão um produto de qualidade, que respeita critérios técnicos, de segurança e ambientais, o sistema tem contribuído de forma eficaz contra o furto e roubo de veículos, inibindo a receptação e trazendo empresas para a legalidade”.

Operação Desmanche

O DetranRS faz parte da Operação Desmanche, capitaneada pela Secretaria da Segurança Pública, e que desde 2016 vem atuando firmemente no combate à receptação e ao desmonte de veículos roubados, impedindo que estabelecimentos irregulares que vendem peças sem origem identificada continuem em funcionamento.

Até hoje, a ofensiva já visitou 57 municípios, realizou 73 prisões, interditou 145 estabelecimentos e apreendeu 7,4 mil toneladas de peças automotivas sem procedência. A força-tarefa é uma das principais políticas públicas para enfrentar o roubo e furto de veículos. O número de ocorrências de roubo de veículos, que em maio do ano passado foi de 719, caiu 47,1%, para 380 registros. É o menor total para o período em toda a série histórica, iniciada em 2002, e apenas quatro casos a mais que a marca mais baixa já verificada no intervalo de um mês desde o início da contabilização.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas