0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Bairros

Bairro Bela Vista JK: Associação se mantém com o próprio esforço

Com muita organização, administração e controle, entidade usa a sede, que foi doada, para arrecadar recursos e se manter, e assim beneficiar a comunidade

Associação tem uma boa estrutura para promover jantares e, assim, arrecadar recursos
Marli Salete Casanova está à frente da associação há quatro anos e mora no bairro há 41 anos
Por Ígor Dalla Rosa Müller
Foto Ígor Dalla Rosa Müller

A Associação dos Moradores do Bairro Bela Vista JK tem uma sede muito bem cuidada e estruturada, em função disso, consegue arrecadar recursos para manter a instituição e oportunizar a comunidade um espaço de lazer, recreação e convivência.

É o que explica a presidente da associação, Marli Salete Casanova, que está à frente da associação há quatro anos e mora no bairro há 41 anos. “Vim morar aqui quando as 110 casas da Cohab foram sorteadas”, afirma.  

Segundo Marli, a associação existe há 41 anos, e ao longo dos anos passou por algumas modificações, a sede é um clube, que foi doado pela Cohab. Hoje, onde é o posto de saúde eram quadras de futebol, e no local da igreja havia uma pracinha.

Marli comenta que, há muitos anos a associação é administrada somente por mulheres, e a maneira como elas coordenam a entidade vem trazendo benefícios ao bairro. E um dos resultados do esforço e dessa gestão foi a construção da igreja ao lado da associação.

Ela lembra que os recursos do Orçamento Participativo colaboraram com a estruturação da entidade. “Conseguimos com esses recursos manter a estrutura e reformar todo o local”, disse.

Conforme Marli, o maior propósito do clube é servir e ser útil aos moradores locais, no espaço são realizados casamentos, aniversários e reuniões do grupo de idosos. “Além disso, o clube também é utilizado pela igreja, que faz três promoções por ano, bem grandes, para se manter; e por outras religiões para reuniões. As pessoas usam e pagam uma taxa baixa de manutenção. Procuro priorizar o bairro”, afirma.  

Organização  

A presidente enfatiza que para manter em dia a associação é preciso muita organização e responsabilidade. “Procuro estar sempre em dia com tudo, leis, bombeiros”, diz. E, acrescenta, “a gente mantém a associação com os alugueis e com os jantares que a própria associação promove. Não recebemos há muito tempo dinheiro público. A associação se mantém com o trabalho e esforço das pessoas que moram aqui”, observa.

Dificuldades do bairro  

A presidente da associação conta que já fez incontáveis protocolos na prefeitura sobre a localização de uma das principais paradas de ônibus do bairro, isso porque, ela fica próxima a um bar e, seguidamente, é usada como dormitório por muitas pessoas depois de beberem. “Aí, quem precisa acaba ficando na chuva para esperar o ônibus. Era só trocar de lugar, colocar uma quadra para cima a parada, mas não teve jeito, muitas pessoas já foram pedir, mas nada aconteceu”, conta.  

Outra questão que os moradores reclamam é a quantidade de buracos na rua onde circulam os ônibus. “São muitos buracos, a prefeitura vem e remenda, mas logo depois já está esburacado de novo”, observa.  

Marli acredita que não adianta mais fazer remendos porque a situação está crítica. “Acho que teria que refazer o asfalto porque passa ônibus todo o dia”, diz.

Bairro bom de viver

“O Bairro Bela Vista JK é sossegado, bom de viver, não tem problema de segurança e assalto, é tranquilo. Luz, água funcionam normalmente, tem UBS e creche. No espaço de um quarteirão temos clube, creche, igreja, posto de saúde e uma capela mortuária”, afirma.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas