0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Geral

Empresa de Estação presente na maior exposição mundial sobre indústria 4.0

A Tecsul se inspira nos grandes. Na foto, o sócio Lucas Neumann em frente a um veículo blindado de t
Por Salus Loch
Foto Divulgação

Muitas vezes, não importa a área de atuação, o tamanho ou onde o negócio está estabelecido para que o empreendimento avance e busque novos mercados. Exemplo disso foi dado na última semana pelo engenheiro mecânico Lucas Neumann, sócio administrativo da Tecsul Indústria Ltda/ME, de Estação - a única empresa da região Alto Uruguai presente na Hannover Messe 2019, na Alemanha.

Considerada a maior exposição do mundo quando o assunto é indústria 4.0, o evento - realizado entre 1º  e 5 de abril - apresentou as tendências e novidades sobre temas como Internet das coisas, tecnologia 5G, inteligência artificial e realidade virtual. Ou seja, tudo o que há de mais moderno para a indústria e automação industrial.

Além disso, feiras em geral são lugares perfeitos para fazer network e o estreitamento de relações com diversos players do mercado. Característica, aliás, bem aproveitada pela Tecsul - que estabeleceu contato com potenciais parceiros comerciais da Inglaterra e China. "Antes da participação na feira, procurei mapear, a partir de ferramentas on-line disponibilizadas pelo próprio evento, possíveis negócios com empresas do nosso ramo. Chegando lá, deu certo", pontua Neumann.

Em entrevista ao Bom Dia, o representante da Tecsul destaca, também, visitas a gigantes como Airbus e Volkswagen. "Se quisermos crescer, temos que nos espelhar nas grandes empresas", ensina o engenheiro, que reforça: "a feira trouxe um novo olhar para pensar o futuro da empresa".

 

A Tecsul

O empreendimento dirigido por Neumann e sócios começou com a Sul Pesca, que é um macro atacado para caça, pesca e camping. Em seguida, agregou-se ao negócio o 'chumbinho' para carabina de pressão (sniper) - que hoje é o 'carro-chefe' da empresa. Com o passar do tempo, via parceria, a produção de roupas, artigos militares e artefatos para airsoft também passou a fazer portfólio.

Foi com o objetivo de afinar a gestão em decorrência das demandas do mercado que a participação em Hannover se justificou. "Com o avanço da automação e dos meios digitais, especialmente a logística 4.0, é possível um controle mais preciso e eficiente de diferentes etapas do processo, reduzindo erros e ampliando a margem de resultado", observa Lucas Neumann.

 

Saiba mais

# A participação da Tecsul na feira de Hannover foi viabilizada graças à parceria estabelecida entre a empresa de Estação e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae/Erechim, a partir de inscrição em edital aberto pela entidade.

# Ao todo, 30 empresas brasileiras (15 gaúchas), fizeram parte da missão, em uma realização da Confederação Nacional da Indústria (CNI), com articulação da Fiergs, por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN-RS). A Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN) também colaborou, em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e apoio do Sebrae RS.

# A programação, para as empresas que integraram a comitiva, incluiu ainda, visitas técnicas em ambientes de produção de empresas expoentes alemãs e visitas guiadas dentro da feira, em alguns estandes selecionados, com sistemas de tradução em tempo real para o português.

# Além da Tecsul, outras oito empresas foram apoiadas pelo Sebrae RS para participarem da feira: Spark AG Software (Nova Prata), Funilaria Dambrós Ltda (Porto Alegre), Sold Indústria e Comércio de Máquinas LTDA (Canoas), Sukha - Automação de Máquinas Industriais Eireli (Cachoeirinha), Vibmaster Soluções Industriais (Campo Bom), Rigo Tecnologia Química Ltda - ME (Nova Prata), Gomasul Borrachas LTDA (Bento Gonçalves) e J.J. M. Jardim & Filhos LTDA (Bagé).

# A Indústria 4.0 agora fomenta um debate sobre criar gêmeos digitais para as fábricas. A ideia é que a planta física tenha uma representação perfeita on-line, sempre atualizada com todos os dados que são enviados à nuvem. Essa "matrix" da operação permite entender oportunidades de melhoria dos processos e ainda detectar novas oportunidades de negócio.

 

Fim dos muros

Conforme o representante da Tecsul, não há mais muros entre os segmentos. Um dos pavilhões mais agitados da feira abrigava justamente as empresas de tecnologia da informação, como IBM e Microsoft, que apresentavam ali, soluções para conectar cadeia de fornecedores, levar eficiência para a área logística, aumentar a flexibilidade das fábricas, entre outras. Os estandes das duas empresas abrigavam ainda, uma série de outras marcas e negócios parceiros e mostravam cases com clientes. Aparentemente, diz Neumann, contar com uma ampla rede de cooperação é uma potência importante na nova era industrial.

 

Oportunidade na Mercopar 2019

Quem ficou fora da Hannover Messe, mas quer estar por dentro dos lançamentos tecnológicos do mundo da Indústria 4.0, tem uma oportunidade aqui no Brasil. É na 28ª edição da Mercopar - Feira de Inovação Industrial, que ocorre de 1 a 3 de outubro, em Caxias do Sul. Os interessados em expor na Mercopar podem acessar o site mercopar.com.br/seja-um-expositor ou enviar solicitação para os e-mails para  comercial@tradefairs.com.br e mercopar@sebraers.com.br.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas