Publicidade

Blog de Jaime Folle

Geral

Jaime Folle

Formado em Administração, pós-graduado em Contabilidade e mestre em organização e direção de empresas e em Gestão de Desenvolvimento.

Escritor com três livros publicados, Jaime Folle trabalhou por 30 anos como professor universitário e palestrante. 

 

  • Geração da Chama Crioula

    Por Jaime Folle
    Foto Divulgação

    Estou sem palavras para escrever algo sobre o que foi a 71ª Geração da Chama Crioula em Iraí, no último dia 10 de agosto, nas margens do legendário rio Uruguai. Emoções floraram na pele dos mais de três mil participantes entre cavaleiros e pessoas vindas de todas as partes do RS, SC e PR, e representantes de CTGs espalhados pelo Brasil e até dos vizinhos países do Uruguai e da Argentina.

    O acendimento aconteceu às margens do Rio Uruguai, onde antigamente era ponto de passagem de tropas e partidas de balseiros. O ato de acender todos os anos a chama começou quando um grupo de jovens retirou uma centelha da pira da pátria e conduziu do Parque Farroupilha até o Colégio Júlio de Castilhos, em Porto Alegre, iniciando um movimento de resgate e preservação dos usos e costumes gaúchos, que também impactou na criação do MTG.

    Mas por que Iraí foi a cidade escolhida? Em Iraí tem o terceiro CTG mais antigo do mundo vinculado a 28ª Região Tradicionalista (RT) e sempre se manteve firme e forte honrando o tradicionalismo. Por isso esta justa homenagem do MTG do RS, que resolveu trazer a geração da chama no Minuano CTG em Iraí

    Uma cidade de tradicionalista por sua origem, tendo o Minuano CTG, nestes mais de 70 anos, muitos patrões e para este evento o patrão atual, João Armindo Rembold, em um esforço conjunto com o prefeito Wilson Antonio Bernardi, mais o coordenador da 28ª RT, sem desmerecer o povo iraiense, que tem por característica o carisma, todos em conjunto demonstraram organização, trabalho, simpatia e muita cordialidade aos mais de novecentos cavaleiros e aos que vieram por outras locomoções, das mais distantes regiões do país.

    A cidade se transformou nestes três dias, onde os campos próximos e o camping municipal virou um verdadeiro camping de farrapos, tradicionalistas, maragatos e ximangos, um espetáculo digno de cinema. Com este evento a cidade de Iraí está abrindo-se para o mundo, mostrando o potencial turístico que tem para oferecer, pois em outubro será inaugurado um hotel próximo ao Balneário Osvaldo Cruz, com uma arquitetura sem igual, além dos demais hotéis, com suas infraestruturas para o verão que se aproxima.

    Como filho de Iraí, me orgulho de tudo o que aconteceu e só tenho a parabenizar os organizadores, desde o MTG, a 28ª Região Tradicionalista e os dirigentes locais de Iraí pelo evento, que foi simplesmente sensacional.

    Até a próxima!

     

     

  • Endeusamento de humanos brasileiros

    São lamentáveis a carência afetiva e a dependência do povo brasileiro por um deus salvador.

  • Filhos de domingo

    O pai leva o filho a um passeio pela cidade e preocupa-se que vai ter que ficar o dia inteiro com ele

  • Síndrome do coitadismo

    A síndrome do coitadismo é um fenômeno que vem aumentando consideravelmente nos últimos tempos no Brasil, autoestima baixa, falta de automotivação e até sem qualquer perspectiva de um futuro melhor, ou seja, estão “dominadas” por uma onda de pessimismo generalizada, que atinge velhos e jovens.

  • Caudilhos da política e da esperteza

    Não precisamos pesquisar muito ao longo de nossa história para verificar o que os velhos caudilhos da política brasileira fizeram no passado e ainda acham que podem fazer hoje.

  • Novo mundo – Nova era

    Muitos ainda não se deram conta das enormes mudanças que ocorreram nos últimos cinquenta anos. Nesteperíodo, a humanidade deu passos gigantescos para uma nova era do conhecimento, com mudanças circunstanciais em todos os segmentos, tanto tecnológico, sociais, espirituais e mentais, e evoluiu mais do que em dois milhões de anos.

  • Atendimento dos velhos armazéns a alta tecnologia

    Parece-nos claro que o atendimento comum já não serve mais para os clientes. Hoje, eles querem muito mais que um simples atendimento e, além de receber com simpatia e disposição, o atendente/vendedor precisa exceder padrões de excelência.

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Áries
21/03 até 20/04
Tenha cautela com informações que ouviu...

Ver todos os signos

Publicidade