23°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,54 Dólar R$ 4,10
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,54 Dólar R$ 4,10

Publicidade

Erechim 100 anos

A grande Erechim: Marcelino Ramos

marcelino
marcelinoo.jpg
Por Najaska Martins - najaska@jornalbomdia.com.br
Foto Divulgação

Conheça a trajetória de emancipação dos municípios que inicialmente pertenciam ao território de Erechim e hoje fazem parte da região Alto Uruguai:

Marcelino Ramos

Conhecida como “Terra das Águas”, Marcelino Ramos é um dos principais destaques turísticos da região, atraindo visitantes de diversas partes do país. Com uma população estimada de 4,9 mil habitantes, foi o segundo município a emancipar-se de Erechim no ano de 1944. Além do turismo, o atual prefeito, Juliano Zuanazzi, afirma que a cidade destaca-se em seus diversos segmentos e atrativos e pela Agricultura Familiar diversificada. “Vejamos que nosso meio rural produz hortigranjeiros que abastecem nosso município e atende municípios da região. Granjas de aves e suínos possuímos algumas dezenas que fixam o homem no campo produzindo renda para as famílias. O gado bovino leiteiro também possui grande número de propriedades que investem neste segmento até porque está em Marcelino Ramos a única indústria de Laticínios com Certificação Federal – SIF da região Alto Uruguai. Além de inúmeros produtores de citros, apicultores, produtores de gado bovino de corte, produtores de mandioca, produtores de cana-de-açúcar para cachaça, melado e açúcar mascavo. Enfim é uma diversidade de produtos que faz da Agricultura Familiar, ainda, nossa principal atividade econômica”, ressalta.

Quanto ao turismo, ele cita também o Santuário de Nossa Senhora da Salete, com uma história e vida quase centenária que cativa milhares de turistas anualmente. “A Ponte Férrea, primeira ligação do RS com o restante do Brasil no início do século passado e o trem turístico que nos liga com Piratuba/SC. O turismo rural e o turismo ecológico com nosso Parque Teixeira Soares, o Turismo Náutico com o Lago do Rio Uruguai e nossas Termas, carro chefe dos segmentos turísticos que anualmente trazem a Marcelino Ramos, pessoas advindas de todos os cantos do País e também do Mercosul”, completa.

O chefe do executivo afirma ainda que Marcelino Ramos ainda hoje se relaciona com Erechim pela sua origem. “Ambos são municípios que tiveram seus cordões umbilicais vinculados à construção da estrada de ferro. Está foi, sem sombra de dúvidas, o principal fomento da colonização em suas margens ou na região por onde a estrada passava e, desta forma não somente Marcelino Ramos e Erechim, mas muitos municípios da região nasceram e se constituíram pelo traçado da ferrovia. Hoje são outras razões que nos unem e nos vinculam”.

Ele ressalta ainda que pela proximidade e pelas oportunidades, Erechim e Marcelino Ramos se complementam pela oferta de serviços “sendo que o ensino superior e o atendimento especializado em saúde nos remetem diariamente a Erechim, que oferece estes serviços não só a Marcelino Ramos mas a todos os demais municípios da nossa região. Nossa produção agrícola, em sua grande maioria é processada em Erechim e desta forma a relação comercial entre nossos munícipes e a cidade polo de Erechim se torna quase um imperativo. O que da mesma forma observamos no Turismo e Lazer onde um fluxo grande de erechineses possuem imóveis e frequentam nosso município para desfrutar das oportunidades e atrativos que dispomos. Enfim temos uma relação muito profícua e consolidada que esperamos seja constante e que permita o desenvolvimento de ambos os Municípios no fortalecimento das peculiaridades e atrativos que cada município dispõe.

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas