0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Estado

Corsan apresenta ações e resultados de 2017

corsan.jpg
Por Assessoria de Imprensa
Foto Divulgação

O presidente da Corsan, Flávio Ferreira Presser, entregou ao governador José Ivo Sartori, na quinta-feira (22), Dia Mundial da Água, o Relatório da Administração 2017, que apresenta um compilado das atividades e conquistas da empresa no ano passado. Os principais resultados financeiros serão publicados até o final de março, como estabelece a legislação.

Somente em esgotamento sanitário, foram investidos R$ 170 milhões durante o ano, resultando na disponibilização de mais 30 mil novas ligações, o que representa cerca de 200 mil pessoas beneficiadas. Tendo em vista o grande volume de investimentos financeiros necessário para a execução de obras de esgoto, a Corsa busca alternativas para atingir a universalização. Nesse contexto, destaca-se a Parceria Público-Privada (PPP) que visa a universalizar a coleta e o tratamento de esgoto em nove municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre em até 11 anos.

Na área do esgotamento sanitário, a companhia também investiu nas soluções individuais (com o serviço de limpeza de fossas sob demanda, por meio de projeto-piloto em Atlântida Sul), no esgoto misto – com projeto piloto de rede coletora do tipo misto em Osório – e na cobrança pela disponibilidade do sistema, que iniciou em quatro municípios da Região Noroeste.

Os investimentos em abastecimento de água ultrapassaram R$ 140 milhões em 2017. Uma das maiores obras concluídas foi a transposição do Rio do Cravo, em Erechim, que garante o abastecimento de água para os próximos 50 anos.

A Corsan participa do Acordo de Resultados, principal instrumento do governo do Estado para estabelecer e monitorar os compromissos dos órgãos estaduais. Merece destaque o desempenho da empresa do ponto de vista da universalização dos serviços e da saúde econômico-financeira: Nível de Universalização de Água de 96,57% (a meta era de 96,45%), Lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Lajida) de R$ 579,26 milhões (meta de R$ 486,54 milhões) e Razão Operacional (ROP) de 74,67% (meta de 75%).

Em 2017, a empresa obteve uma série de premiações e reconhecimentos, tais como: ISO 9001:2015 no Sistema de Gestão da Qualidade nas áreas de Operações e de Contabilidade; ISO-IEC 17025 para os Laboratórios Centrais de Água e de Esgoto; ISO 14001 no Sistema de Gestão Ambiental do tratamento de efluentes líquidos do Polo Petroquímico do Sul; Prêmio Responsabilidade Social da Assembleia Legislativa; aumento de 15 posições no anuário Valor 1000, do jornal Valor Econômico; 13ª maior empresa do Estado, segundo o prêmio 500 Maiores do Sul – Grandes & Líderes, da Revista Amanhã; vitória de funcionários no Campeonato de Operadores, disputado no Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental; Troféu Mercador Princesa do Jacuí, devido à restauração do Château D’Eau, em Cachoeira do Sul.

A Corsan também esteve presente de forma intensa nas comunidades, por meio de ações como o projeto de formação de Embaixadores do Saneamento Básico, que beneficiou mais de seis mil alunos de escolas públicas da Região Metropolitana; a tradicional presença na Expointer; e patrocínios à Série Interior de concertos da Ospa, ao Porto Verão Alegre, ao Festival Boas Ideias e ao projeto RS Sustentável.

Por meio de seu Planejamento Estratégico, a companhia monitora uma carteira de 45 projetos estratégicos e promove o desdobramento da estratégia no âmbito das superintendências regionais. Na dimensão institucional, também se destacam iniciativas como o Sistema de Planejamento, Orçamento e Gestão Estratégica (Sisplan), a matriz de riscos e mapeamento dos processos, a criação de Unidades de Saneamento Especiais, a governança corporativa e as ações de auditoria interna, controles internos, compliance e gestão de riscos.

No âmbito administrativo e de logística, a empresa realizou ações como a revisão e a readequação da gestão do conhecimento e do modelo de gestão de pessoas, o acordo coletivo de trabalho, o Programa de Participação nos Lucros e nos Resultados (PPLR), atividades visando à qualidade de vida dos empregados (como a preparação para a aposentadoria, entre outros), a renovação da frota de veículos, a implantação do Centro de Distribuição de Materiais e de uma ferramenta online de gestão de contratos com fornecedores.

Na dimensão comercial, destacam-se a otimização da macromedição, o trabalho de atualização do cadastro, a captação de clientes em esgotamento sanitário, o combate ao uso de fontes alternativas irregulares, a integração dos processos comerciais e operacionais e o combate à inadimplência.

No que se refere ao relacionamento com o cliente, a Corsan lançou um aplicativo para smartphones e o teleatendimento via chat e qualificou o atendimento presencial, o autoatendimento via site, os torpedos SMS e o retorno ao cliente.

Na área técnica e operacional, destacam-se o contrato de performance (para ampliar a eficiência do abastecimento de água em municípios, como em Santa Cruz do Sul) e a implantação do Centro de Controle Operacional Corporativo. Por fim, no âmbito da tecnologia da informação, foi implantada solução em videoconferência na sede da empresa e nas superintendências regionais.

Publicidade

Blog dos Colunistas