0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Erechim

Medicina Preventiva inicia ciclo de palestras na Unimed

Primeiro encontro mostrou aos participantes como os cuidados fonoaudiológicos podem trazer mais qualidade de vida

Palestra MP.jpg
Por Assessoria de imprensa
Foto Divulgação - assessoria de imprensa

Quando o assunto é saúde, consumir informação confiável e de qualidade é tão importante quanto cultivar hábitos saudáveis. Por isso, o serviço de Medicina Preventiva da Unimed Erechim oferece palestras a seus beneficiários durante o ano todo.

Em 2016, foram realizados quatro encontros, com os temas: envelhecimento ativo e saudável, alimentação e exercícios físicos, fatores psicológicos que afetam condições clínicas e felicidade.

Neste ano, as palestras iniciaram com o tema “Fonoaudiologia e Qualidade de Vida”, proferida pela fonoaudióloga da Unimed, Taciana Machado. Usando situações cotidianas, a palestrante abordou aspectos relativos à linguagem, motricidade oral, audição, fala, cognição e voz.

Conforme Taciana, com o passar do tempo, habilidades relacionadas à mastigação, deglutição, fala, audição e respiração podem ser reduzidas, impactando diretamente na vida pessoal e até mesmo interferindo no convívio social. “Mas com cuidados preventivos e acompanhamento, podemos retardar ou reverter esta situação”, explica.

Umas das dicas mais importantes, segundo a palestrante, é conhecer e ficar atento a todos os sinais que o corpo costuma dar, principalmente em casos de perda de audição. Isto se dá, porque para a maioria das pessoas, a audição passa a ser lembrada somente em situações em que já existe uma perda parcial ou total desta função.

“Observe situações como: conseguir ouvir, mas não entender; dificuldade de ouvir em restaurantes ou outros ambientes ruidosos; pedir com frequência para outras pessoas repetirem o que disseram; depender de olhar para as pessoas para entender o que dizem; aumentar com frequência o volume da tv e achar que todo mundo sussurra ou “fala para dentro””, enfatiza.

Mas como cuidar da audição? Segundo a fonoaudióloga, o diagnóstico precoce é um dos fatores mais importantes. “Caso você se enquadre em um dos sinais de alerta procure um médico otorrinolaringologista, faça avaliações auditivas periódicas, busque o tratamento correto para infecções e outros problemas, caso você tenha situações de exposição a sons altos, proteja-se e não tenha vergonha de buscar ajuda”, destaca. 

Conforme o diretor de Educação, Mário Lorenço Tormen, compartilhar conhecimento é uma prática amplamente incentivada na Unimed Erechim. “Oportunizamos encontros com todos os nossos grupos de relacionamento, sejam cooperados, beneficiários, prestadores ou colaboradores. O objetivo é reforçar a importância da adoção de hábitos saudáveis, que podem ser disseminados para amigos, familiares e inúmeras outras pessoas”, enfatiza.

Na oportunidade, o diretor também falou aos presentes sobre as novas instalações da Uniclínica. “Todos os anos queremos dar um presente aos nossos cooperados e clientes. Em 2017, inauguraremos o nosso novo hospital, localizado no Centro de Qualidade de Vida. Em um espaço amplo e super moderno, queremos oferecer o que há de melhor ao nosso público, aliando conforto, segurança e qualidade a conceitos de sustentabilidade”, ressalta.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas