25°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Geral

Rally Erechim: projeto busca retirar mais de 60 toneladas de carbono da atmosfera

teste
Júlio Ricardo Bastos
Por Leandro Zanotto [email protected]
Foto TV Bom Dia

Você sabia que mais de 60 toneladas de gás carbônico são produzidas durante todos os dias do Rally de Erechim e que nos últimos oitos anos foram aproximadamente 500 toneladas? O número é da FAU Agricultura & Meio Ambiente, empresa erechinense que desde 2013 e de forma pioneira acompanha a situação e realiza em parceria com a organização do evento o projeto Carbono Zero, que busca diminuir os impactos provocados ao meio ambiente após cada competição. “É uma iniciativa inovadora, pois quando projeto iniciou apenas o Rally Dacar e o World Rally Championship, no cenário mundial faziam essa mensuração do carbono”, explica o analista ambiental da FAU, Júlio Ricardo Bastos.

Como é feita a medida?

Bastos relata, ainda, como funciona o método utilizado para medir o gás carbônico produzido durante o rally. “Atualmente é possível medir esse impacto desde eventos até produtos, por meio de uma metodologia que calcula dados que vão da fumaça que sai do escapamento dos carros durante a prova até a quantidade energia e lixo produzidos. Situações que provocam o que chamamos de efeito estufa, que na verdade são mudanças climáticas que estão ocorrendo no planeta”, comenta.

Plantio de árvores

Com os dados em mãos a organização do projeto realiza ações de diminuição do impacto, entre elas o plantio de árvores. “Entre 2013 e 2021 já plantamos aproximadamente 3.500 árvores em locais de conservação e reserva permanente isso representa mais de 65 mil metros de área matas recuperadas. Mas por que árvores? Sabemos que elas são um agente poderoso no combate ao gás carbônico, por que consegue capturar esse gás através da fotossíntese, além de proporcionar muitos benefícios a comunidade, preservando fonte de água, protegendo os animais a biodiversidade entre outros pontos positivos”, destaca.

Ainda segundo analisa, outras ações como o incentivo ao uso de etanol nos carros também vêm sendo realizadas, além de campanhas da separação do lixo e a economia de energia. “Existem competidores que só usam o álcool nos carros, isso por que ele tem sua base na cana de açúcar que como qualquer outra planta captura o carbono, diferente da gasolina que é fóssil e vem do petróleo. Essas são apenas algumas ações que auxiliam a queda do impacto na natureza”, ressalta.

Trabalho com as crianças

Outra ação do projeto é realizada junto as escolas, onde as crianças conhecem sobre os perigos do gás carbônico e plantam árvores. “O rally sempre esteve engajado com a comunidade e trazer esse conhecimento é a forma de ajudar a mudar o mundo e nosso futuro. Os jovens têm participado muito e estamos muito felizes com os resultados”, finaliza.

 

Publicidade

Blog dos Colunistas