25°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Erechim

Arquitetura e Urbanismo da URI realiza projeto para proteção de animais

teste
Cães já estão utilizando suas casinhas
Gatos também serão contemplados com abrigos próprios
Execução está sendo feita pelos apenados do Presídio de Erechim
Por Assessoria
Foto Divulgação

Acadêmicos do terceiro semestre do Curso de Arquitetura e Urbanismo da URI Erechim estão desenvolvendo, na disciplina de projeto Integrador III, ministrada pela professora Jessica Michel, o projeto Abrigo Amigo, em parceria com a ONG “SOS Animais Erechim” e o Presídio Estadual da cidade. 

O objetivo da proposta é projetar e construir casinhas para cães e gatos resgatados pela ONG. Todos os meses a ONG resgata, em média, de 30 a 50 animais de rua no município. Estes animais vão para a casa de voluntários de forma temporária já que a ONG não possui sede própria. 

Porém, nesses espaços, os animais precisam de casinhas para que fiquem melhor acomodados e protegidos do frio. As casinhas também são destinadas para bairros onde vários moradores alimentam e cuidam dos animais de rua.

Os estudantes desenvolveram projetos para animais de diferentes portes, iniciando com casinhas mais simples e de fácil execução, até casinhas mais elaboradas, que após alcançar a demanda da ONG, serão comercializadas. As casinhas terão preço simbólico a fim de arrecadar fundos para as despesas mensais da entidade, como compra de ração, medicamentos e custeio de cirurgias.

A execução das casinhas será realizada pelos apenados do regime fechado do Presídio Estadual de Erechim que, em contrapartida, recebem a remissão da pena de um dia para cada três dias trabalhados. Os detentos constroem as casas com materiais alternativos que geralmente seriam descartados por não serem úteis para outros tipos de construção, como madeiras de demolição provenientes de forros velhos ou outras estruturas, palets, partes de telhas, entre outros.

Além dos projetos, os acadêmicos gravaram vídeos explicando como fazer a leitura da representação técnica de plantas baixas, como cortes e fachadas, para que os detentos possam construir as casinhas conforme os projetos. Os vídeos contribuem também para agregar informações técnicas aos detentos, assim como aprimorar os conhecimentos dos acadêmicos.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas