14°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Ensino

URI solicita viabilização de crédito educativo para ensino superior em reunião com deputado estadual

teste
Divulgação
Por Assessoria de comunicação
Foto Pró-Reitora de Ensino da URI, Edite Maria Sudbrack

Em reunião, a Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI) solicitou junto ao deputado estadual do Rio Grande do Sul, Capitão Macedo, a viabilização de crédito educativo para o Ensino Superior. O pedido foi feito durante a passagem do representante político por Erechim, em uma conversa no Gabinete da Reitoria, na última sexta-feira (18). A solicitação atende uma orientação do Consórcio das Universidade Comunitárias Gaúchas (Comung).

Na ocasião, a Pró-Reitora Ensino Edite Maria Sudbrack, que representou a universidade, explicou a grave situação que coloca em risco estudantes e instituições comunitárias. Com a retração do crédito educativo federal, um contingente significativo de alunos não têm condições de continuar frequentando o Ensino Superior, quadro que é agravado pela pandemia.

A universidade solicitou apoio e atuação na sensibilização de outros deputados para que haja destinação de recursos no orçamento para viabilizar matrículas e conclusão de curso superior, a exemplo do que já ocorre em Santa Catarina.

O estado vizinho possui o propalado Art. 170 da Constituição Estadual, que ampara a destinação de recursos do Tesouro do Estado para a concessão de bolsas de estudo e pagamento de mensalidades em Fundações Educacionais de Ensino Superior.

A URI destacou ainda a definição de áreas prioritárias como cursos de Licenciatura, Saúde e Agricultura. Sem excluir demais setores, estes seriam estratégicos, pois vão ao encontro de atividades que se identificam necessidades da região.

 

Crise nas Comunitárias

A diminuição do público universitário, principalmente em instituições comunitárias que são pioneiras em muitas regiões do estado, coloca estas entidades em uma crise de grandes proporções.

As Universidade Comunitárias respondem pela qualificação e recursos humanos e por importantes programas sociais que atendem diferentes comunidades.

Cursos de licenciatura estão praticamente extintos e o fechamento de outros em áreas importantes como saúde e agricultura podem inviabilizar as universidades, comprometendo o futuro do estado, pois onde não há geração de conhecimento, inovação e tecnologia não há desenvolvimento.

A URI ressalta que a responsabilidade pela sobrevivência das universidades comunitárias é de todos, pois estas instituições não possuem fins lucrativos e cumprem função social declarada há décadas. São fiscalizadas pela Procuradoria das Fundações, o que lhe dá legitimidade e transparência, além de todos os Conselhos Internos. 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas