14°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Esportes

Para a história: Gurias Coloradas vencem Gre-Nal no Beira-Rio

teste
Mileninha comemora o gol da vitória
Por Ascom
Foto Jota Finkler

As Gurias Coloradas venceram o primeiro Gre-Nal feminino da história do Brasileirão A1 disputado no Beira-Rio. Válido pela 14ª rodada, o clássico contou com gols de Fabi Simões e Mileninha, dupla que garantiu triunfo de 2 a 1 para o Internacional. Com o resultado, o time chega à quarta colocação, com 27 pontos.

Já classificadas às quartas do país, as Gurias voltam a campo na próxima quinta-feira (24), quando visitam o Real Brasília pela 15ª e última rodada da fase classificatória do Brasileirão. A partida, marcada para as 15h, terá como palco a Serra do Lago, em Luziânia-GO. Vitória no confronto garante, além de posição no G4, vaga na Supercopa do Brasil de 2022.

 

Gurias largam na frente

A etapa inicial correu de maneira bastante franca no Beira-Rio. Donas da bola por período ligeiramente maior de tempo, as visitantes assustaram com Jane e Maiara ainda nos 10 minutos de abertura confronto, mas não conseguiram alterar o placar. Sedento por escape em velocidade, o Inter demorou um pouco mais para encaixar seu primeiro contra-ataque da noite. Quando ele chegou, porém, foi indefensável.

Aos 22, Djeni Becker interceptou a saída de jogo gremista e, atenta, acionou Fabi Simões nas costas de Pri Back. A camisa sete entortou a lateral adversária, também chamou Andressa para dançar e, já na pequena área rival, finalizou entre as pernas de Raíssa para inaugurar o marcador. Golaço, o de número seis camisa sete do Inter não apenas no Brasileirão A1, mas também em Gre-Nais.

Após inaugurar o marcador, as Gurias reduziram o ritmo da partida. Em busca do empate, o Grêmio acumulou faltas no campo de ataque, mas pecou pelo excesso de cruzamentos despretensiosos, seguramente neutralizados pela zaga colorada. Assim, a etapa inicial, encerrada aos 47 minutos, teve o 1 a 0 alvirrubro como placar final.

 

Emoção até o fim

Domínio algum ao longo da partida foi maior do que o imposto pelas Gurias ao longo dos 20 minutos de abertura do segundo tempo. Absoluto dentro de campo, o Inter atordoou a zaga adversária e empilhou chances após o reinício do confronto, mas esbarrou na segura atuação que construía a goleira Raíssa.

O dito popular é teimoso: quem não faz, pode levar. E as Gurias, que tanto haviam martelado, foram vazadas no solitário escape construído pelo Grêmio na etapa final. Aos 32, Jane cruzou, Gisseli escorou, e Laís, na pequena área, empatou, ameaçando a vitória do Clube do Povo. Coube, então, a Maurício Salgado impedir um anoitecer amargo para o povo colorado.

O comandante das Gurias respondeu ao tento rival com as entradas de Mai e Mileninha, dupla que, revelada pelo Celeiro, ofereceu novo fôlego para o Inter. A própria Milena, aos 41, recebeu assistência de Grabias e arrematou para a história. Vitória do Clube do Povo no Gigante, oitava do Inter, agora quarto colocado, no Brasileirão A1 de 2021.

 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas