0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Geral

Dicas para reforma do seu imóvel

Lareira depois da reforma
Lareira antes da reforma
Por Roberta Grendene
Foto Roberta Grendene

Você está pensando em reformar ou está querendo comprar um imóvel mais antigo e já sabe que terá que investir em reformas? Então saiba que precisará de um planejamento, pois reformas podem se transformar em “caixinhas de surpresas”.

Primeiramente, não faça nada sozinho. Contrate um profissional de arquitetura para que ele possa desenvolver um projeto que vá atender as suas necessidades, transformado o que poderia ser uma “dor de cabeça”, no imóvel dos seus sonhos.

A escolha do profissional

A escolha deste profissional é importante e deve ser bem avaliada. Algumas pessoas tendem a pensar que já gastaram o suficiente na compra do imóvel e querem “economizar” abrindo mão do Arquiteto que é essencial para sua obra. Esta “economia” muitas vezes acaba custando caro e é equivocada.

Invista num Arquiteto

O Arquiteto deve ser visto como um investimento para que tudo dê certo na sua obra.  Mesmo que seja uma pequena reforma, o planeamento será necessário para que não extrapole o orçamento que você imaginou ou mesmo para que não ultrapasse o prazo de entrega.

Orçamentos precisos

Um bom planejamento permite que os orçamentos tanto de materiais como de mão de obra, sejam muito mais precisos.  O item mão de obra é importantíssimo e o Arquiteto pode auxiliar no momento da escolha dos profissionais que executarão os serviços e também no acompanhamento de cada detalhe do projeto a ser executado.

Cronograma e organização dos trabalhos

 Um cronograma de obra é indispensável para a organização dos trabalhos. Tendo um profissional fazendo o acompanhamento, dificilmente haverá desperdício de material e dificilmente acontecerão equívocos que possam comprometer o seu orçamento, como por exemplo, retrabalhos, gastos adicionais e, é claro, frustração.

Como minimizar os transtornos

Nunca inicie uma reforma antes que o projeto arquitetônico esteja totalmente finalizado.  Isto vai facilitar a orientação e coordenação das equipes uma vez que toda a “sujeira” deverá ser feita de uma só vez e o Arquiteto estará atuando na sua obra de forma a evitar ou minimizar os transtornos que algumas vezes são inevitáveis em uma reforma.

 

Roberta Grendene

grendenearquitetura@gmail.com

 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas