29°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 5,59 Dólar R$ 5,11
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 5,59 Dólar R$ 5,11

Publicidade

Ensino

Estudantes do Marista Medianeira contam experiência do Intercâmbio 2020

Vice-diretora e grupo de intercambistas do Marista Medianeira 1 .JPG
Por Assessoria de Comunicação
Foto ASCOM

O mês de janeiro de 2020 foi especial para seis dos estudantes do 3º ano do Ensino Médio do Colégio Marista Medianeira, Déborah Radeski, Gabriel Bortoli, Letícia Schmitz, Pedro Terlan, Rafaela Bernieri e Vicente Lorenzon, e para a Vice-diretora do Colégio, Lizandra Passini, que participaram da 10º edição do Intercâmbio Marista: novas culturas, novos saberes, rumo a Austrália e Nova Zelândia. Em meio ao verão da Oceania, os jovens aproveitaram uma programação repleta de estudo, atividades culturais e de integração com a natureza.

 

A passagem pela Austrália reservou aos jovens diversos momentos de exercício da autonomia. Na acomodação da delegação, no Palazzo Colonnades, havia estrutura completa, como cozinha, máquina de levar louça e roupa. Dessa forma, os intercambistas foram incentivados a comprar, armazenar e preparar a própria comida. 

 

A estadia em terras australianas trouxe importantes lições a respeito da natureza e sustentabilidade, já que o grupo pode desfrutar com segurança e tranquilidade locais como a Praia de Surfers Paradise e as famosas cavernas fluorescentes, que internamente lembram um céu estrelado.​

 

Ao norte da Nova Zelândia, o grupo pode conhecer Rotorua, cidade famosa no país por sua atividade geotermal e lagos coloridos. Por lá, visitaram os lagos no Kuirau Park e uma aldeia onde é realizado o show de dança Maori, típica dos nativos neozelandeses.

 

Muitos aprendizados foram experienciados pelo grupo e os estudantes do Marista Medianeira, juntamente a Vice-diretora, relataram um pouco do que viveram e do que irão guardar na memória e no coração! ​Veja os depoimentos:

 

Déborah Radeski: “O intercâmbio para mim foi um momento de constante aprendizado. Cada experiência que vivemos lá nos fez amadurecer, como ficar no quarto com pessoas que possuíam jeitos/ manias e culturas diferentes, por exemplo. Ter feito parte desse intercâmbio foi, sem dúvida, uma das melhores experiências da minha vida! Me ajudou a sair da zona de conforto, ampliando minha ideia de mundo e proporcionando um grande crescimento pessoal."

 

Gabriel Bortoli: "A minha experiência no intercâmbio foi sensacional, conheci pessoas de muitos lugares diferentes, do Brasil e de outros países. Tive um colega do Japão que, no último dia de intercâmbio, me deu um presente com uma espécie de peão que ele fez e uma moeda da sorte japonesa. Além de eu ter conhecido lugares lindos e diferentes, conviver com a cultura de outro país foi algo único."

 

Letícia Schmitz: “A experiência vivenciada no Intercâmbio Marista pode ser resumida em uma palavra: crescimento. O choque cultural que vivemos nos provou tudo que sempre aprendemos sobre respeito e tolerância. Até mesmo os “problemas" que tivemos (que foram quase inexistentes), são lembrados com carinho e alegria, pois todos os momentos foram de muito aprendizado. Essa foi a melhor experiência da minha vida e volto a lembrar daquele mês todos os dias."

 

Pedro Terlan: “O intercâmbio foi uma experiência única e incrível. Conhecemos novas pessoas, culturas e lugares, ampliando nossa visão de mundo, criando novos laços e reforçando aqueles que já existiam, tudo isso com muita diversão."

 

Rafaela Bernieri: “A ideia de ir para outro país, no início, parecia incrível. Depois de um tempo, quando tudo foi se resolvendo e a ideia foi se tornando um fato, o nervosismo, o medo e as perguntas apareceram: "Como que vai ser um mês sozinha?", "E a cultura? As pessoas, os lugares, a comida...? Será que eu vou me acostumar?". Já na primeira semana todas os medos foram embora, o fato de estarmos com outras pessoas da nossa idade ajudou muito e rendeu muitas amizades que, com certeza, foi a melhor parte. O intercâmbio me trouxe muito aprendizado, não só no inglês, mas principalmente me ensinou em como lidar com os outros e com as diferenças."

 

Vicente Lorenzon: “Para mim, o intercâmbio foi uma experiência incrível, que me proporcionou lembranças inesquecíveis e muitos aprendizados, devido à exposição a diferentes culturas, costumes e pessoas, e isso me ajudou a me tornar uma pessoa melhor e mais madura."

 

Lizandra Passini: "Participar do Intercâmbio Marista da Nova Zelândia e Austrália foi uma experiência indescritível. Além da oportunidade de estudar o inglês, a imersão na cultura destes países e a convivência diária com os jovens  foi muito significativa, criando laços que serão lembrados para sempre. Os passeios, as paisagens, os lugares paradisíacos que tivemos a oportunidade de conhecer , tudo contribuiu como espaço de aprendizagem para todos os participantes. Viajar e conhecer novas culturas nos completa!"​

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas