0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Ensino

URI promove curso sobre Medicina Veterinária Integrativa na Clínica

Uma das novas abordagens consiste nos tratamentos convencionais com terapias complementares, como: acupuntura, dietas, massagens, fisioterapia e ozonioterapia

Bruno Passeti palestrou e ministrou curso sobre medicina veterinária integrativa
Por Assessoria de Comunicação
Foto Divulgação

A I Semana Acadêmica de Medicina Veterinária da URI, realizada de 23 a 28 de setembro, promoveu minicursos nas mais diversas áreas de conhecimento. Um deles foi sobre Medicina Veterinária Integrativa na Clínica (ozonioterapia e acupuntura), ministrado pelo Médico Veterinário Bruno Baldin Simionatto Passeti.

A Medicina Veterinária Integrativa objetiva avaliar o paciente como um todo, no que ele representa para si próprio e para aqueles que estão ao seu redor. Baseada em evidências e preocupação com o bem-estar, mesmo sem a possibilidade de cura, é uma nova abordagem que consiste na associação de tratamentos convencionais com terapias complementares como acupuntura, dietas, massagens, fisioterapia, ozonioterapia, uso de florais, reiki, homeopatia, dentre outras.

Outros temas também mereceram atenção: reabilitação de animais silvestres, uso de videocirurgia em pequenos animais, técnicas de necropsia em ruminantes e emergências clínicas em equinos. O objetivo foi o de promover a interação e integração entre profissionais das diversas áreas de atuação do médico veterinário.

Conforme a organização da Semana Acadêmica, no mundo globalizado, a aquisição de novos conhecimentos e o aprimoramento do aprendizado acadêmico se faz necessário como um complemento do ensino desenvolvido na Universidade. A medicina veterinária moderna, organizada a partir de critérios científicos, vem se expandindo por causa da disponibilidade de técnicas avançadas de diagnósticos e de terapia para a maioria das espécies animais, bem como pelos avanços científicos nas diversas áreas.

Publicidade

Blog dos Colunistas