23°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,53 Dólar R$ 4,10
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,53 Dólar R$ 4,10

Publicidade

Esportes

Um Caldeirão que faz jus ao nome

A Camisa 6 faz o Caldeirão ferver em dia de jogos do Atlântico
Por Kaliandra Alves Dias
Foto Kaliandra Alves Dias

“Muito mais que um vício, muito mais que amor”. A Camisa 6 do Atlântico é conhecida pelo apoio, incentivo e amor dedicado ao time de futsal. Quando o Galo entra em quadra, as arquibancadas do Caldeirão fervem e fazem jus ao nome carinhoso que foi dado pelo jornalista esportivo, Osvaldo Afonso Chitolina.

Incentivador do esporte amador em Erechim, Osvaldo foi colunista, treinador de futsal e futebol. Mas a história do desportista também pode ser confundida com a do clube verde-rubro. O pai de Osvaldo defendeu a camisa do Galo na década de 40, e a tia foi coroada rainha do clube. “É uma história que tem muito significado. Essa denominação veio de um atlantista e ficamos muito orgulhosos”, destaca o presidente, Julio Brondani.

Construído na década de 80, o ‘Caldeirão do Galo’ foi palco de grandes partidas. E foi no clássico diante da ACBF, que Osvaldo exaltou as arquibancadas lotadas. “O apelido surgiu em decorrência dos grandes jogos que foram realizados na nossa casa, e que ainda acontecem entre o Atlântico e a ACBF. E assim como hoje, em partidas decisivas, o nosso Caldeirão lota e a torcida faz ele ferver”, ressalta Julio.

A Camisa 6

A torcida organizada Camisa 6 surgiu no ano passado. No início, os responsáveis da torcida eram William Wrubel e Vinícius Dalla Vechia. “O objetivo é unir a antiga torcida do Atlântico a torcida do Atlântico que se extinguiu com os novos integrantes, para o Galo ter uma torcida mais forte”, destaca Derlí Gentil Mingotti Júnior, um dos membros da torcida.

Aos poucos, os integrantes foram aumentando. “Tivemos a primeira reunião da torcida no Caldeirão do Galo, onde comecei a fazer parte como frente da Camisa 6, pelo motivo que era integrante da Canta Galo, antiga torcida Do Galo, e também tocava na Banda da Torcida. Aí chegou o Wagner Skumbra, Rafael Tonon, Valdir Berdian Neto, outros três apaixonados que desde o começo se tornaram frentes da Camisa 6”, enfatiza Júnior.

O relacionamento com a diretoria e jogadores

Apoio mútuo. Essa é a relação dos integrantes da Camisa 6 com a diretoria, comissão técnica e jogadores. “É espetacular a nossa relação. Eles nos apoiam e nós apoiamos em todos os sentidos”.

O vínculo forte com os dirigentes, permite que a torcida possa expressar as suas ideias e opiniões. “Não somos retraídos ou barrados em nenhum momento. Mantemos o bom senso em nossos pedidos. Existe um ótimo diálogo entre os pedidos deles e os nossos. O que sempre destacamos é o respeito máximo ao próximo e isso levamos ao pé da letra”.

O respeito por parte da torcida também foi destacado pelo presidente Julio. “A Camisa 6 é uma torcida disciplinada e que respeita os adversários. Eles vêm até aqui não apenas para animar o time. Ela é importante e uma presença marcante nos nossos jogos. Nos sentimos honrados pelos jovens que vestem as cores, nos ajudam e representam”, reforça.

Neste ano, o departamento de futsal doou novos instrumentos musicais, e o elo entre torcida e clube continua durante confraternizações que são realizadas. “A relação com os jogadores é muito boa, onde em alguns momentos conseguimos trocar ideias e eles acreditam no nosso apoio sempre", finaliza Júnior.

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas