0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Esportes

Taça Brasil: Erechim volta a ser a Capital do Futsal nesta semana

Cerimônia de abertura será às 19h45 no Caldeirão do Galo
Por Assessoria de Imprensa
Foto Edson Castro

Começa nesta segunda-feira (5), a 46ª edição da Taça Brasil de Clubes de Futsal. O torneio, realizado entre os dias 5 e 11 de agosto, acontece no Caldeirão do Galo, em Erechim. Esta será também a terceira vez que o Atlântico organiza a competição.

Antes, em 2013, a equipe de Erechim sediou o evento pela primeira vez, também conquistando seu primeiro título. Depois, em 2018, voltou a ser sede do torneio.

A Taça Brasil é um dos caminhos para os clubes brasileiros poderem disputar a Taça Libertadores de Futsal. O campeão da Taça Brasil, tem vaga garantida na Superliga Nacional, que dará ao campeão então, a vaga no torneio continental.

Na disputa estarão representantes de nove estados: RS (com ACBF e Atlântico), SC (Tubarão), PR (Foz Cataratas), SP (Corinthians), RJ (Portuguesa), Distrito Federal (Brasília), RR (Constelação), MG (Minas) e PE (Tamandaré).

Destes, cinco competem também na Liga Nacional de Futsal, Atlântico, Assoeva, Minas, Tubarão e Foz Cataratas. As equipes começam a chegar na cidade ainda neste fim de semana.

Abertura

Um grande espetáculo está sendo programado para a abertura oficial da Taça Brasil de Clubes de Futsal. Na segunda-feira (5), às 19h45, inicia a solenidade oficial de abertura.

Logo após, Atlântico e Minas farão sua estreia na competição, às 20h fechando a sequência dos quatro primeiros jogos do torneio.

Uma grande estrutura está sendo montada para os sete dias de disputas. “Nosso ginásio foi totalmente preparado para a competição, para receber da melhor maneira possível as equipes, a arbitragem, dirigentes, patrocinadores e claro nosso torcedor. Tudo foi planejado para que tenhamos mais um grande evento em Erechim”, aponta o supervisor de Futsal do Atlântico, Elton Dalla Vécchia.

A expectativa para a competição

Quando a experiência e a juventude se unem, um bom trabalho pode ser realizado. E é com este intuito que o Atlântico tenta buscar seu bicampeonato da Taça Brasil.

O pivô Caio Jr conhece bem a competição. Disputou a competição em quatro oportunidades, sendo campeão em uma. Também sabe que é preciso contar com toda ajuda possível para sair vencedor. “Ter experiência é importante, conhecer a competição, que é diferente, uma semana em que é preciso estar muito concentrado, porque qualquer coisa que aconteça e que não estiver planejado, fica difícil classificar. E unindo esta experiência com a energia dos mais jovens, tenho certeza que poderemos fazer uma boa competição”, enfatiza ele.

Silva, um dos mais experientes do grupo e que já conquistou títulos importantes pelo time de Erechim, sabe também que do lado de fora da quadra pode vir uma motivação extra. “O torcedor é nosso gás, é a motivação, o que nos faz superar muitos desafios. Por jogarmos em casa, espero que o torcedor venha para o ginásio e nos ajude a estar na final, para que juntos também possamos brigar por mais este título”, poderá o fixo.

Outro atleta que tem boa experiência de futsal é o fixo Allan. Para ele, a Taça Brasil é uma competição muito importante e este ano ele quer um final diferente de 2018, quando a equipe foi vice-campeã. “Eu sei bem a frustração que ficou daquela final e certamente todos estamos muito empenhados para que o caneco desta vez fique em Erechim, acrescenta. Para ele, é preciso foco 100% para poder fazer um bom torneio. “Acredito que a garra e união do grupo podem fazer a diferença em qualquer jogo e somar resultados positivos”, completa.

Publicidade

Blog dos Colunistas