13°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,23 Dólar R$ 3,77
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,23 Dólar R$ 3,77

Publicidade

Ensino

Prática inovadora multidisciplinar da URI apresentada em seminário

Projeto reuniu acadêmicos e professores dos quatro cursos
Por Assessoria de Imprensa
Foto Divulgação

Uma iniciativa inovadora motivada por acadêmicos e professores de quatro cursos da URI Erechim resultou no projeto multidisciplinar “Jardim de Plantas Medicinais e Aromáticas”. A iniciativa foi desenvolvida pelos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Agronomia, Ciências Biológicas e Farmácia.

O projeto, que se constituiu no fazer diferente no âmbito da formação científica, acadêmica e do futuro profissional, foi apresentado em um seminário de socialização que aconteceu no sábado, 6, no Auditório da Universidade. Após uma discussão e elaboração conjunta do projeto, cada curso foi responsável por uma atividade relacionada ao desenvolvimento da proposta.  

Os acadêmicos do Curso de Arquitetura e Urbanismo, por meio da disciplina de Paisagismo II, orientados pela Professora Vanessa Tibola da Rocha, foram responsáveis pelo desenvolvimento da ação, em nível de anteprojeto paisagístico. Eles receberam como desafio de projeto: ''pensar na revitalização de uma área interna do Campus I, direcionado a um espaço de jardim e plantas aromáticas. E, ainda, a seleção das plantas que, em mais de 90% do projeto, necessitavam considerar orientações de espécies selecionadas pelo curso de Farmácia.

Durante o levantamento da área de estudo, todos os acadêmicos do Curso de Arquitetura e Urbanismo trabalharam de forma integrada. Em seguida, desenvolveram, de forma individual, um poema de intenções de projeto para o jardim, os quais foram compartilhados com os colegas em uma leitura durante uma aula da disciplina. Em seguida, elencaram todas as atividades que o projeto iria necessitar, como desenhos, croquis, plantas baixas, cortes, orçamentos, entre outras, e organizaram de forma aleatória a divisão dos acadêmicos  em grupos de trabalho. Ao longo do semestre, foram sendo apresentadas as propostas, realizando melhorias e vivenciando experiências do trabalho em equipe.

O Curso de Farmácia participou do projeto durante a realização da disciplina de Farmacognosia II, onde os acadêmicos trabalharam em uma atividade realizada em duas etapas, com orientação da Professora Juliana Roman. Na primeira etapa, aconteceu a seleção das espécies medicinais e aromáticas. Ela foi feita em forma de seminário e discussão, onde buscou-se incluir plantas nativas da região ou amplamente adaptadas no Brasil, que tivessem vários ciclos de vida, alturas e portes diferentes e que possuíssem substâncias com propriedades medicinais distribuídas em várias partes das plantas, como raiz, caule, folha, flores, sementes, entre outros.  

Foram selecionadas 51 espécies vegetais e repassadas para os demais cursos trabalharem na proposta. Na segunda etapa, foi realizada uma busca por informações farmacológicas, incluindo indicações, forma de preparo e posologia que posteriormente será utilizado como material informativo, após agregar informações coletadas pelos demais cursos.

Já o Curso de Agronomia, através de estagiários orientados pelo Professor Paulo da Rocha, iniciaram o estabelecimento, no Campus II, de algumas espécies das plantas medicinais contempladas no projeto. O objetivo foi a multiplicação das referidas espécies e assim, poder fazer uso, no momento de implementação do projeto, além de obter informações sobre a melhor forma de cultivo.

Enquanto isso, o Curso de Ciências Biológicas, por meio da disciplina de Biologia de Campo, orientados pela Professora Elisabete Maria Zanin, organizaram uma coleção herborizada das 51 espécies listadas pelo Curso de Farmácia para compor o jardim. Isso demandou coleta das espécies, identificação taxonômica e herborização (conjunto de procedimentos de prensagem, secagem e preparação de um exemplar botânico para inclusão em um herbário). Posteriormente, essa coleção será incorporada ao Herbário Pe. Balduíno Rambo, da URI. Os acadêmicos também organizaram um catálogo com a descrição botânica, prancha ilustrativa, fotos de cada uma das espécies.

Publicidade

Blog dos Colunistas