13°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,23 Dólar R$ 3,77
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,23 Dólar R$ 3,77

Publicidade

Segurança

Ministérios Públicos determinam liberação imediata da ERS 135 em caso de bloqueio

WhatsApp Image 2019-07-11 at 10.15.56.jpg
Por Alan Dias
Foto Divulgação

O Ministério Público Estadual de Getúlio Vargas e de Erechim, e o Ministério Público Federal oficiaram em conjunto na manhã de hoje (11), solicitação para que a Polícia Rodoviária Estadual de Erechim tome urgentes providências para garantir o direito de ir e vir da coletividade na ERS 135, inclusive no trecho de Erebango, devendo a autoridade policial desobstruir imediatamente a rodovia em caso de bloqueio pelos indígenas ou por qualquer outro grupo.

Nas primeiras horas do dia, guarnições deslocaram para o trecho em Erebango, nas proximidades da reserva do Ventarra e até este momento não houve registro de incidentes.

Na noite de quarta-feira (10), via telefone, indígenas entraram em contato com a reportagem do jornal Bom Dia para informar que nesta quinta-feira realizariam bloqueios na RSC 480, entre São Valentim e Erval Grande, na ERS 135, em Erebango, no Alto Uruguai. Na região noroeste, os fechamentos iriam acontecer na ERS 330, em Tenente Portela, e na BR 285, em Gentil.

Por volta das 9h30min, um grupo usou troncos e pedras para fechar o trânsito, nos dois sentidos da RSC 480 e permanece no local. Veículos de emergência têm a passagem liberada.

Conforme os índios, o governo estaria municipalizando a saúde indígena, o que estaria provocando uma série de complicações, como a falta de medicamentos, processos de licitações parados e inexistência de convênios.

Os bloqueios de rodovias feitos por indígenas no Alto Uruguai costumam ser marcados por pacificas negociações entre os manifestantes e as forças policiais e nos últimos anos não ocorreram confrontos.

Publicidade

Blog dos Colunistas