0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Geral

Saneamento básico: Moradores reclamam do cheiro e da cor da água

O Jornal Bom Dia foi às ruas conversar com alguns moradores dos Bairros Tigre, Distrito Industrial e Amizade. Segundo os relatos, a água está chegando suja nas casas e com cheiro forte de cloro

Adriana afirma que a água está bem ruim chegando escura em sua casa
“Não dá para tomar”, diz Alex
“Teve um dia que veio muito suja, estava mais escura do que Coca-Cola, bem horrível”, afirma Ilma
Água tem vindo suja ou turva observa Eliane
Por Ígor Dalla Rosa Müller
Foto Ígor Dalla Rosa Müller

As reclamações sobre a qualidade da água em Erechim tem sido recorrentes ao Bom Dia e, também, nas redes sociais. Um dos principais problemas apontados se refere à qualidade da água, mais especificamente ao fato de este bem tão precioso apresentar coloração marrom, às vezes escura, isto é, a água este chegando suja nas residências. O Jornal Bom Dia foi às ruas conversar com alguns moradores dos Bairros Tigre, Distrito Industrial e Amizade. Segundo os relatos, a água está chegando suja nas casas e com cheiro forte de cloro.    

Bairro Rio Tigre

A moradora do Bairro Rio Tigre, Adriana de Lima, afirma que a água está bem ruim chegando escura em sua casa. “Geralmente à noite vem bem preta, isso já vem acontecendo há bastante tempo. Nos últimos três meses ficou pior”, diz. Ela acrescenta que tem uma criança em casa e essa situação complica muito as tarefas do dia como fazer comida e dar banho. “Não tem o que fazer, só tenho essa água”, observa.

Para Ilma Fátima Dlugokenski, que mora há cinco anos no Bairro Rio Tigre, a água suja é recorrente na sua casa. “Teve um dia que veio muito suja, estava mais escura do que Coca-Cola, bem horrível”, diz. Ela ressalta que tem criança em casa, e em função dessa situação, compra água para fazer o mama do bebê. “A gente compra água para evitar qualquer tipo de diarreia, virose, a gente não sabe porque a água está vindo suja desse jeito” afirma. E, acrescenta, “quando estou sem água fervo”. Segundo Ilma, quando foi morar no bairro não tinha esse problema, mas, ultimamente, tem sido frequente.  

Segundo Nelsi Daciolo de Almeida, não é todos os dias, mas às vezes a água vem bem suja. “Parece barro”, diz. Nesses dias tem que deixar o barro decantar para conseguir cozinhar, usar água para lavar as roupas.

Para o também morador do Bairro Rio Tigre, Alex Sandro Faricoski já faz três meses que a água vem muito suja. “Com bastante barro, não dá para tomar, pego água no meu cunhado na Escola Branca para tomar”, afirma. Ele acrescenta que foi na segunda-feira na Corsan reclamar dessa situação entre outras questões que o estavam incomodando. “Me disseram que a água ia limpar, mas depois disso ainda veio suja. Não deu nem para tomar banho”, comenta.

Distrito Industrial e Amizade

A empresária Eliane Lonczynski, que tem sua empresa no Distrito Industrial de Erechim, afirma que a água tem vindo suja ou turva. “Com muito excesso de cloro, quando se abre a torneira fica branca”, diz. Eliane afirma que essa situação tem se repetido e ficado pior nos últimos 90 dias. Ela acrescenta que a situação da água na sua residência no Bairro Amizade não é muito diferente que, além disso, ainda enfrenta falta de água. 

Vereador

O vereador de Erechim, Claudemir de Araújo, a uns 15 dias atrás fez um pedido via Agência Reguladora Erechim (Ager) para que a Corsan forneça informações sobre a qualidade da água que os erechinenses estão consumindo. Até o momento ainda não obteve nenhuma informação. Araújo ressalta que o problema da água suja está ocorrendo em vários bairros de Erechim. “A minha preocupação é com a qualidade da água que estamos consumindo, já que cobrar eles sabem, a taxa da água daqui é uma das mais caras do Brasil”, afirma.

Corsan

Segundo o gestor da Corsan Erechim, Ivo Antônio Sobis, a água suja ocorre quando rompe uma rede, automaticamente, algum resíduo vai para os canos. “Infelizmente, não se consegue retirar toda essa água quando se fecha a rede para fazer o conserto do vazamento”, explica. O gestor afirma que nos casos de conserto ou rompimento se faz os expurgos no hidrante, nos ramais, mas ainda assim sobram resíduos que vão para as casas.  

“Semana passada a gente consertou uma rede de água no Distrito Industrial as três horas da manhã, com certeza algum resíduo foi para algum imóvel. Aconteceram dois rompimentos meio seguidos ali, estamos trabalhando nesse bairro, modificando o sistema para diminuir a pressão para acabar com esse tipo de situação”, comenta.

Comunicar a empresa  

Conforme Ivo, é muito importante que as pessoas façam o relato dos problemas para a empresa, protocolo, dizendo o local e o problema. “O call center é 24 horas. Nosso pessoal atende a qualquer hora porque temos plantão, na medida que uma pessoa abre um protocolo, automaticamente entra para o pessoal do plantão, não interessa a hora (0800 646 64 44)”, diz. O gestor da Corsan ressalta que a empresa trabalha dentro dos padrões da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas