22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,32 Dólar R$ 3,86
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,32 Dólar R$ 3,86

Publicidade

Ensino

Acadêmicos de mestrado da UFFS apresentam pesquisas e lançam livro

Estudos feitos no Programa de Pós-Graduação Profissional em Educação trata de questões sobre a rede básica de educação da região do Alto Uruguai gaúcho

Acadêmicas da UFFS
Por Assessoria de Imprensa
Foto Divulgação

Disciplina, evasão, frequência escolar: estes são alguns dos temas de pesquisas desenvolvidas por acadêmicos do Mestrado Profissional em Educação, ofertado pela Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) no Campus Erechim. No final de maio, um evento com estudantes e egressos do curso foi realizado para apresentar à comunidade universitária os detalhes de algumas dessas investigações. Uma oportunidade para aqueles que desejam conhecer melhor não apenas o que o curso está produzindo, mas também a variedade de assuntos abrangidos pelos estudos.

De acordo com o coordenador do curso, Thiago Ingrassia Pereira, a maioria dos acadêmicos do Programa de Pós-Graduação Profissional em Educação (PPGPE) é formada por professores da rede básica de educação da região do Alto Uruguai gaúcho. “Via de regra, por ser um mestrado profissional, as pesquisas são aplicadas à resolução de problemas do cotidiano escolar”, explica. “Grande parte das quase 40 pesquisas desenvolvidas versa sobre questões para melhorar a oferta da educação básica aqui na nossa região.”

Agora, uma parcela dessas pesquisas acaba de ser reunidas em livro um livro. Publicada pela Editora CirKula, a obra “A construção do conhecimento no Mestrado Profissional em Educação” foi organizada por Thiago em parceria com o também professor da UFFS Jerônimo Sartori.

“Temos neste livro 16 pesquisas focando aspectos metodológicos dos estudos e que dialogam com questões que estão hoje na agenda da educação: disciplina, evasão, frequência escolar, novas tecnologias no currículo, formação de professores, gestão e coordenação pedagógica, enfim, temas do cotidiano que desafiam a qualidade da educação básica”, destaca Thiago.

O seminário realizado no final de maio apresentou alguns destes e de outros estudos, desenvolvidos em uma das duas linhas de pesquisa do mestrado. “Pensamos o evento a partir de dois eixos. O primeiro é de compartilhamento e de socialização, para que as pessoas do próprio Programa e também a comunidade universitária saibam o que o Mestrado Profissional em Educação produz”, diz o coordenador. “O convite foi feito tanto para alunos egressos, que já vivenciaram todo o processo do mestrado, e também para estudantes que estão qualificando seus projetos.”

O segundo eixo do evento, segundo o professor, se refere à prestação de contas em um sentido mais amplo. “É um seminário voltado à comunidade regional e, nesse sentido, é importante que a Universidade e o nosso Programa apresentem o que de fato vêm produzindo. As pessoas muitas vezes não têm compreensão do que fizemos nas nossas pesquisas”, aponta Thiago. O seminário do PPGPE também contou com uma palestra de Fernanda dos Santos Paulo, da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), que abordou o desafio da pesquisa em educação popular na Pós-Graduação, além de uma oficina sobre a Plataforma Brasil ministrada por Cláudio Claudino da Silva Filho, membro do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) da UFFS.

O Mestrado Profissional em Educação é um dos quatro mestrados ofertados na UFFS – Campus Erechim, que tem ainda o Mestrado Interdisciplinar em Ciências Humanas, o Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental e o Mestrado em Geografia (este último em parceria com o Campus Chapecó). Para saber mais, acesse www.uffs.edu.br.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas