14°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Ensino

Legislativo homenageia o ensino superior

Proposta do vereador Flavio de Barcellos prestou reconhecimento às instituições que integram a história

"O ensino superior não para de crescer no solo da bota amarela", avalia vereador Flavio de Barcellos
Vereador Flavio de Barcellos
Por Amanda Mendes
Foto Amanda Mendes

Guiado pela frase da escritora Clarice Lispector, "quem caminha sozinho, pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado, com certeza vai mais longe", o vereador Flavio de Barcellos descreveu e homenageou os caminhos trilhados por Erechim para criação do ensino superior. 

A sessão solene, realizada na noite de ontem (24), em reconhecimento aos 50 anos do ensino superior no município, iniciou com a apresentação da Big Band Comunitária da Universidade de Passo Fundo (UPF). 
A proposta de homenagem havia sido apresentada pelo parlamentar Barcellos e foi aprovada por unanimidade pela casa Legislativa.
 

Os primeiros passos 
A história que iniciou como uma extensão da UPF contou com o auxílio do poder público para criar autonomia e consolidar o ensino superior de Erechim. Contudo, antes disso foi preciso articular diversos passos. "A iniciativa da extensão da UPF surgiu com o prefeito Eduardo Pinto, alocando o prédio onde hoje está a Escola Municipal de Belas Artes, à disposição da universidade, além de uma contribuição de 5% do orçamento do município para o Centro Universitário, pelo prazo de cinco anos. Porém, quem chancelou essa medida, foi o Legislativo da época, aprovando esse percentual", destacou Barcellos. 
Assim, foi em 7 de setembro de 1968 que se instalou a Secretaria do Centro Universitário Alto Uruguai. A autonomia universitária também não seria possível sem os esforços da administração municipal. "De imediato, procuraram-se todos os mecanismos necessários para tornar a extensão universitária autônoma. Para isso, a prefeitura comprou a Escola Santo Agostinho para possibilitar as atividades da Universidade Regional Integrada (URI), em Erechim", reforçou o parlamentar. 
Neste sentido, aproveitando a comemoração dos 50 anos de atividades do ensino superior no município, o poder Legislativo homenageou as autoridades e instituições que auxiliaram esse processo. 
Na oportunidade, Barcellos também destacou o polo universitário que vem se consolidando no município com a inserção de outras instituições. "O ensino superior não para de crescer no solo da bota amarela, com a chegada da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs), Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), Universidade Federal Fronteira Sul (UFFS), Faculdade Anglicana de Erechim (FAE), entre outras", concluiu.

"Meio século produzindo conhecimentos"
A noite contou, ainda, com a presença da reitora da UPF, Bernadete Dalmolin, que ressaltou a relação entre as cidades de Passo Fundo e Erechim na construção do saber. "Ano passado nós comemoramos meio século produzindo e difundindo conhecimentos que promovem a melhoria da qualidade de vida e formam cidadãos competentes, com postura crítica, ética e humanista, e que estejam preparados para atuar como agentes de transformação em uma sociedade tão carente de conhecimento, de entrega, e, por que não dizer, por muitas vezes, de ensino. E foi nesse percurso de construção do saber e da cidadania, que as histórias da UPF e de Erechim se entrelaçaram", enfatizou a reitora.
Bernadete finalizou seu discurso realçando a trajetória de Erechim, "nosso sentimento não poderia ser outro a não ser de orgulho por participar da escrita das primeiras páginas dessa história ao mesmo tempo bela e importante. Nos honramos em reconhecer que quem luta pela mesma causa nunca concorre com o outro, mas fortalece um ao outro por um mesmo propósito, nesse caso, por um futuro melhor, com um mundo constituído por cidadãos melhores", concluiu a reitora. 

 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas