13°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,20 Dólar R$ 3,75
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,20 Dólar R$ 3,75

Publicidade

Esportes

Fluminense elimina Ypiranga com goleada

Apesar da eliminação, a cota rentável do Canarinho na segunda fase da competição é de R$ 625 mil

Sem forças para reagir, o Ypiranga segurou a pressão imposta
Por Kaliandra Alves Dias
Foto Fluminense/Divulgação

O caminho de Ypiranga e Fluminense se cruzaram mais uma vez na Copa do Brasil. E novamente, os cariocas levaram a melhor diante dos gaúchos, que acabaram perdendo por 3 a 0. Apesar da eliminação, a cota rentável do Canarinho na segunda fase da competição é de R$ 625 mil. Na próxima fase, os cariocas irão enfrentar o Luverdense.

A partida começou com os donos da casa pressionando, e quase abriu o placar após uma troca de passes entre Ganso e González, que na pequena área finalizou e Deivity realizou uma bela defesa. Mas se o camisa número 1 do Canainho salvou, no lance seguinte, acabou se atrapalhando após uma reposição de Wagão. No chute, a bola sobrou para Everaldo que abriu o placar no Maracanã.

A frente do placar, o Tricolor das Laranjeiras assumiu a posse da bola e criou chances de ampliar o placar. A primeira veio com Gilberto, que lançou González pela direita e em um chute cruzado, a bola foi para fora.

O Ypiranga também teve a sua oportunidade, mas sem nenhuma jogada de perigo, o goleiro Rodolfo defendeu um chute de Faísca. Após o lance, o Fluminense voltou a crescer na partida. E novamente, González recebeu, desta vez pelo lado esquerdo, em um cruzamento para Caio Henrique, o lateral dominou e a bola passou raspando a trave. Os donos da casa ampliaram com Luciano, que sozinho e sem marcação marcou o segundo gol do Fluminense.

No segundo tempo, o Ypiranga pressionou e Marcinho soltou uma bomba na entrada da grande área, mas a bola passou acima do gol carioca. Dois minutos mais tarde, o Ypiranga teve uma falta ao seu favor, quando Jackson foi derrubado a poucos metros a grande área. Apesar da chance, o Canarinho não aproveitou a oportunidade.

Embora sofresse alguns minutos de pressão, o Flu voltou a controlar a partida. E em uma boa movimentação, o time carioca chegou ao terceiro gol com Ganso. Que de barriga – relembrou um gol marcado por Renato Gaúcho. Sem forças para reagir, o Ypiranga segurou a pressão imposta.

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas