22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,37 Dólar R$ 3,84
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,37 Dólar R$ 3,84

Publicidade

Esportes

De jogador a auxiliar técnico

Téo Chrysosthemos fala sobre nova função dentro do Ypiranga e diz que clube quer voltar a primeira divisão este ano

Téo Chrysosthemos passa a ser o auxiliar técnico de Cirio Quadros no Colosso da Lagoa
Por Edson Castro
Foto Edson Castro

O torcedor que acompanha o Ypiranga há mais tempo vai lembrar do tempo em que Téo Chrysosthemos era atleta do Clube. Depois, ao parar de atuar nos gramados, ele passou a projetar uma nova carreira, ainda no futebol, mas na área de comissão técnica.

Há alguns anos tem atuado junto às escolinhas do Canarinho e em 2019 está tendo uma grande oportunidade: foi chamado para ser auxiliar técnico de Cirio Quadros no comando técnico do time.

Téo falou nesta quinta-feira, em entrevista exclusiva ao jornal Bom Dia e destacou a sua chegada ao time profissional, agora como membro da comissão técnica do Clube e também sobre a expectativa em relação ao ano de 2019.

Segundo ele, há uma grande união dentro do vestiário para que o clube conquiste o objetivo de voltar à primeira divisão do Campeonato Gaúcho ainda este ano. “A gente vai buscar, temos o maior respeito por todo e qualquer adversário, mas confiamos muito no nosso grupo e no trabalho que está sendo feito, vamos buscar este acesso, o Ypiranga merece”, salienta ele.

Sobre o fato de conhecer muito bem o Colosso da Lagoa, onde já atuou como jogador e como professor nas categorias de base, Téo cita que o torcedor pode ter uma expectativa muito positiva para esta temporada.“Temos um bom grupo de atletas e estamos trabalhando muito para que se conquistem os objetivos deste ano”, amplia.

Sobre se tornar auxiliar técnico de Cirio Quadros, Téo pontua que este não era necessariamente o esperado para esta temporada. “Eu tinha como meta acompanhar o trabalho do Cirio, ate para ganhar mais experiência. Porém, quando fui chamado pelo Renan (Mobarack, gerente de futebol), para uma conversa, aceitei logo em seguida. Acredito que estou preparado para esta oportunidade, há pelo menos seis anos venho trabalhando neste sentido, estudando para que quando a oportunidade chegasse eu pudesse contribuir”, acrescenta Téo.

No futuro, claro, o profissional quer ser um treinador de futebol. “Este é um objetivo a médio e longo prazo. Ainda preciso aprender mais, evoluir em algumas questões, mas espero que futuramente possa ser sim um treinador”, completa Téo.

Publicidade

Blog dos Colunistas