22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,37 Dólar R$ 3,84
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,37 Dólar R$ 3,84

Publicidade

Segurança

Projeto da Brigada Militar para mapear a região segue avançando

Placa mostra coordenadas e número da propriedade cadastrada
Por Alan Dias
Foto Alan Dias

Mapear estradas e cadastrar as propriedades rurais para reduzir o tempo de resposta nos atendimentos de ocorrência no interior dos municípios do Alto Uruguai e nos demais atendidos pelo batalhão. Estes são os objetivos do projeto Novo Rumo, que vem sendo desenvolvido pelo 13º BPM desde o ano passado e segue em desenvolvimento.

O projeto, que iniciou em abril de 2017, até agosto daquele ano havia cadastrado mais de 780 propriedades em Ipiranga do Sul, Erebango e Quatro Irmãos, foi apresentado na semana passada aos municípios da microrregião de Getúlio Vargas, que já registrou 482 propriedades e 378 km mapeados. No total, dos oito municípios prontos na região, foram mapeadas 2.772 propriedades e 2.003 km de vias.

Um dos coordenadores do projeto, subcomandante do 13º BPM, major Uilson Cecconello, explica que “os valores a serem investidos por município giram em torno de R$ 2 mil para dois equipamentos de GPS e R$ 50,00 por propriedade para as placas de identificação”.

 

Novo Rumo

Segundo Cecconello, além de reduzir o tempo de resposta no atendimento das ocorrências, o Novo Rumo visa ainda potencializar a sensação de segurança pública, otimizar o agronegócio e minimizar o êxodo rural. “Ele permite a localização exata das propriedades e agilidade no atendimento das ocorrências. Além disso, visa aumentar a presença policial, através de rede virtual de informações, da centralização do telefone 190, da comunicação regionalizada, do videomonitoramento e georreferenciamento rural”.

“O georreferenciamento, neste caso, consiste no cadastramento de todas as propriedades rurais e no mapeamento das vias rurais não pavimentadas (estradas e acessos), ainda não disponíveis em ferramentas virtuais específicas, proporcionando a coleta e compilação das coordenadas geográficas (latitude e longitude) para alimentar equipamentos de GPS, que serão instalados nas viaturas da Brigada Militar, ficando disponível, portanto, a localização exata de cada propriedade ou caminho, agilizando sobremaneira o deslocamento dos veículos oficiais da instituição e, consequentemente, tornando célere o atendimento da Brigada Militar”, concluiu o subcomandante.

 

Mais segurança

No início de 2017, prefeitos dos municípios de Getúlio Vargas, Estação Erebango, Charrua, Floriano Peixoto, Ipiranga do Sul e Sertão estiveram reunidos com o major Cecconello, com o delegado titular da Delegacia de Polícia de Getúlio Vargas, Jorge Pierezan e com o promotor de justiça da Comarca de Getúlio Vargas, Márcio Abreu Ferreira da Cunha, para pedir mais segurança na microrregião. Na data, o promotor Márcio destacou que, “só em 2017, já ocorreram 11 homicídios, o que representa um índice de 62 homicídios para cada 100 mil habitantes, quando o aceitável é 29 para cada 100 mil habitantes. “Esse é um índice de guerra”, enfatizou.

Publicidade

Blog dos Colunistas