22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,32 Dólar R$ 3,80
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,32 Dólar R$ 3,80

Publicidade

Segurança

PRF e PRBM dão dicas para viajar com segurança

Respeitar os limites de velocidade, não ultrapassar em local proibido, respeitar a distância entre os veículos e usar os itens de segurança estão entre as principais ações para uma viajem segura

Em um dia PRF aplicou mais de 2,5 mil multas em rodovias federais no RS. A maioria das infrações é p
Por Alan Dias
Foto Alan Dias

O final de anos está chegando e com ele o período de férias e os prolongados feriados de Natal e Ano Novo, que aumentam o fluxo de veículos nas estradas e pede atenção redobrada dos motoristas. No Alto Uruguai, a média de crescimento no fluxo de veículos nestes feriados costuma ser de 35% a 40%.

Pensando na segurança de todos, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Pelotão Rodoviário da Brigada Militar (PRBM) de Erechim intensificam as operações de fiscalização nas rodovias e dão algumas dicas para tornar as viagens e passeios mais seguras.

De acordo com a PRF, é essencial que os condutores respeitem os limites de velocidade, mantenham distância de segurança em relação aos demais veículos (a 60 Km/h, distância deve equivaler a três veículos), ultrapassem apenas quando houver plenas condições de segurança e não desviem a atenção do trânsito.

Além disso, os usuários de rodovias, mesmo antes de viagens curtas, devem fazer uma revisão preventiva do veículo, o que inclui a checagem dos pneus, do sistema de iluminação, dos equipamentos obrigatórios, do nível do óleo e do radiador, entre outros itens.

Também é fundamental planejar a viagem, buscando evitar, na medida do possível, os horários de pico. Dirigir cansado ou com sono aumenta o risco de o motorista cometer erros. A cada três ou quatro horas de viagem, é recomendável uma pausa para descanso ou revezar a direção do veículo.

Pelotão Rodoviário

Segundo o comandante do PRBM de Erechim, sargento Sandro Lazzarin, na região, a principal infração cometida pelos motoristas é o excesso de velocidade. “Cerca de 90% das infrações se referem ao excesso de velocidade. Também, alguns ainda são resistentes ao uso obrigatório dos faróis nas rodovias e, em número menor, o não uso dos itens de segurança obrigatórios, como cinto de segurança ou a cadeirinha para crianças ou bebê conforto”.

Segundo ele, o aumento da multa para condutores embriagados, que hoje gira em quase R$ 3 mil reais, fez com que os motoristas tivessem uma conscientização maior na questão, o que reduziu o índice desta infração. “Mantemos intensificada a fiscalização nessa questão, pois ela é uma das que mais mata no trânsito brasileiro”.

O comandante também dá dicas para uma viagem segura e cita que a primeira delas é planejar o passeio. “Tentar sair naqueles horários de menor fluxo, verificar documentação do veículo e do condutor, revisar o carro, principalmente a parte elétrica e a dos equipamentos obrigatórios, os pneus também”.

Lazzarin encerra lembrando que a autoconfiança também está entre os fatores que mais matam no trânsito. “O acidente de trânsito pode acontecer com nós, com qualquer pessoa. Então que os condutores respeitem as regras de circulação, não ultrapasse em local proibido, respeite o limite de velocidade, mantenha os faróis acesos e, se for viajar para outros países, como Argentina, Uruguai e Paraguai, verifique a documentação necessária, como o seguro Carta Verde, o veículo estar em seu nome ou com autorização registrada em cartório e documento de identidade. Respeito os outros usuários da rodovia como se fossem seus familiares, dirija por si e dirija também pelos demais”.

Publicidade

Blog dos Colunistas