22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,32 Dólar R$ 3,80
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,32 Dólar R$ 3,80

Publicidade

Geral

“Era muito divertido, uma coisa muito boa”

O momento mais esperado era para montar a árvore natural de Natal, diz Ivo Andreolla

O Natal sempre foi uma data importante na família Andreolla
Por Ígor Dalla Rosa Müller
Foto Ígor Dalla Rosa Müller

O Natal sempre foi uma data importante na família Andreolla. E um dos momentos mais esperados era a preparação do pinheirinho. Um pouco diferente do que se faz hoje já que a árvore era natural. Ivo Andreolla vem de uma família de quatro irmãos, todos homens. Hoje, ele tem uma agroindústria e um restaurante e faz a Feira do Produtor há 13 anos.

Quando ele era criança, o pinheirinho utilizado para montar a árvore de Natal era natural. Cada um dos irmãos tinha uma tarefa, e a dele era justamente escolher o melhor pinheirinho no mato, cortar e trazer a pé para casa nas costas. “Tinha em torno de 12 anos e era uma alegria chegar nessa época para fazer o pinheirinho”, observa.

Ivo comenta que depois de cortar o pinheiro e trazer ele para casa, se colocava numa lata, enchia de pedra e areia, depois ia procurar os musgos para fazer o presépio. “Corria mais de meio dia para achar os musgos e fazer o presépio”, comenta.

Ele observa, que a família toda se envolvia para fazer o Natal, o pinheirinho, montar o presépio e festejar. “Era muito divertido, uma coisa muito boa”, destaca.  

Hoje, todo esse envolvimento ainda acontece no Natal, no entanto, de outra maneira. Isso porque, a família do Ivo tem um restaurante de café colonial e na ceia de Natal, faz o que sabe fazer de melhor, atender bem os clientes, outras famílias, que dividem com eles esse momento.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas