22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,32 Dólar R$ 3,80
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,32 Dólar R$ 3,80

Publicidade

Geral

A distância em prol de uma missão

Os jovens André Martins e Suzamara Muller participam do curso de formação para soldados em Erechim. Ao Bom Dia eles disseram que irão passar as festas de fim de ano com a “segunda família”

André Martins e Suzamara Müller
Por Izabel Seehaber
Foto Izabel Seehaber

Nesta época do ano, de modo especial, alguns profissionais lutam para conviver com o sentimento de saudade misturado com gratidão. Para alguns, a questão vai muito além de trabalhar, mas integrar uma missão em prol da segurança da sociedade.

Esse é o caso dos jovens André Martins, de 21 anos, que é natural de Porto União/ SC, e Suzamara Müller, de 22 anos. Eles estão em Erechim há mais de 40 dias em regime de internato, a fim de concluir a formação como Policial Militar.

Em entrevista ao Bom Dia, eles destacaram que residiram com familiares e tradicionalmente passavam as festividades de fim de ano reunidos. Contudo, desde que o curso começou, é preciso encarar desafios como a distância e é claro, a saudade.

“É complicado pois sempre passamos esse período juntos e nesse ano o curso iniciou na segunda metade do ano e abrange as festividades. Essa é a primeira vez que estou longe nessas datas”, comentou André.

Suzamara é natural de Joaçaba/SC. Segundo ela, quando o grupo recebe a folga de um dia, não se torna viável se deslocar às suas cidades de origem, em razão da distância. “Ainda não sabemos ao certo como vai funcionar no Natal”, disse.

Mas o que para algumas pessoas seria motivo para reclamações, para eles, o clima é um misto de saudade, mas principalmente motivação. “A partir do momento que ingressamos nesse trabalho, o pessoal que convive conosco se tornou nossa segunda família. Estamos todos os dias juntos, enfrentamos diferentes situações. Por isso, imagino que neste ano estaremos juntos confraternizando o Natal”, destaca André, citando ainda “não estaremos em nossas casas mas o Natal será celebrado de uma forma diferente”.

Suzamara salienta que o convivência possibilidade afinidades e também convites para passeios com os colegas durante as folgas. “Um verdadeiro clima de união. Os colegas são acolhedores, principalmente no nosso caso que não conhecemos a cidade”, ressalta.

Os jovens comentam que Erechim está superando as próprias expectativas. “Sou de uma cidade pequena e escolhi Erechim por ser a mais próxima para realizar o curso. É uma cidade muito boa, com baixos índices de criminalidade, comparado a outras regiões, e a infraestrutura do município também é agradável”, elogiou André.

Do mesmo modo, Suzamara pontua que Erechim é três vezes maior que a cidade de origem e até o momento só tem pontos positivos a mencionar. “Percebi que a comunidade recebe muito bem a Polícia Militar”, reitera.

O preparo

André, que já teve experiência no Exército, salienta que a partir do momento em que uma pessoa ingressa em um campo como a segurança, deve ter consciência de que muitas vezes irá abrir mão de muitas coisas. “Nem sempre a sociedade reconhece isso. Mas é assim, ao mesmo tempo que é desafiador, quem faz o que gosta, não trabalha, é como estivesse sempre de férias”, ressalta.

A colega também afirma que é uma fase delicada mas já é recompensadora. “Tenho certeza que nossas famílias estão orgulhosas de nossas ações e nós também estamos satisfeitos por poder contribuir com a segurança de outras famílias”, reforça.

A mensagem de Natal

“Sinto muita saudade da minha família. Todos os dias quando acordo penso em todos eles. Eles são a minha força para lutar todos os dias e seguir em frente. Um abraço, amo vocês”, Suzamara.

“É complicada essa distância mas gostaria de dizer para que eles esperem porque esse esforço, um dia, vai valer a pena”, André.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas