25°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Social

Julio Brondani é reeleito para mais um mandato na presidência do CER Atlântico

Eleição foi por aclamação em Assembleia Geral realizada na noite da última quinta-feira (16)

teste
Assembleia Geral Ordinária do CER Atlântico
Presidente Julio Brondani, presidente do Conselho Deliberativo do Clube, Antônio Carlos Piccoli e Cl
Por Assessoria de Comunicação
Foto Divulgação/CER Atlântico

 O empresário e professor universitário Julio Cezar Brondani foi eleito por aclamação para mais um mandato à frente do CER Atlântico. A eleição aconteceu durante a Assembleia Geral Ordinária realizada na noite desta quinta-feira, 16, que tinha como pauta a eleição do Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal, e seus respectivos suplentes, e da Diretoria Executiva para o exercício 2022/2023.

            O processo eleitoral foi conduzido pelo presidente do Conselho Deliberativo do Clube, Antônio Carlos Piccoli, que iniciou com a eleição para o Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal, também eleitos por aclamação, e os empossando. Em seguida, foi realizada a eleição para Diretoria Executiva, seguida da posse.

            Grande aprendizado

            Em sua manifestação após a eleição, Julio Brondani agradeceu a confiança nele depositada. Lembrou que frequenta o Atlântico desde um ano de idade, quando seu pai lhe levava aos jogos do Atlântico. Trabalhando pelo Clube, está há quase 40 anos e este é o seu quarto mandato conduzindo os destinos do CER Atlântico. Informou que no início do ano que vem reunirá todos os departamentos para estabelecer um plano de metas para o novo mandato.

Segundo Julio Brondani, ao longo dos últimos seis anos, quando lhe foi entregue a direção do Clube, lhe foi entregue uma missão que era de atualizar, preparar e implantar práticas de gestão que preparassem o Atlântico para os próximos anos. “Uma diretoria quando assume responsabilidades tem que saber dos desafios, dos problemas e que terá que escolher, selecionar, implantar e avaliar alternativas”, afirmou. Para ele, isto tem sido um aprendizado muito grande e um desafio maior ainda.

            De acordo com o presidente Brondani, quando assumiu pela primeira vez a presidência, o Clube passava por um momento de muitas dificuldades, tanto estruturais, quanto financeiras. “Hoje eu tenho não a satisfação, mas a serenidade na minha consciência e na minha fisionomia de dizer que estamos cumprindo com o que nos foi solicitado. Muitos foram os investimentos, muitos foram os desafios. Nós temos hoje um clube que vai completar no próximo ano 106 anos, três anos mais velhos que a cidade. Se olharmos a galeria dos presidentes, a historia da Societá Italiana Carlo Del Prete e depois CER Atlântico, os vultos históricos que construíram Erechim são os presidentes que estão nesta galeria, os presidentes que continuaram esta construção”, destacou.

            Brondani lembrou também que em dois anos de pandemia, o Clube parou somente 15 dias. Porém foram dois anos de dificuldades imensas, sem faturamento na sede social e com necessidade de investimentos. Foram feitos descontos nas mensalidades desses meses parados e foram perdidos mais de 100 associados, sendo que a maioria se mudou de Erechim durante a pandemia.

        Um dos maiores clubes do RS

Julio relatou que está sendo feito um trabalho de muito esforço de um conjunto de associados que querem ver o Atlântico e suas famílias em um clube cada vez maior e melhor. “E nós queremos dizer que recuperamos, em 2021, 80 novos sócios. Nós fazemos parte de um grupo dos maiores clubes do Rio Grande do Sul”, relatou.

O presidente afirmou que o seu maior orgulho é estar encerrando o ano de 2021 com todas as contas pagas e os impostos recolhidos. Nos seis anos que está à frente do clube, reduziu o quadro funcional de 42 para 18 e foram feitos diversos investimentos sem uma chamada de capital.

Ao finalizar, agradeceu a todos, diretoria e conselhos e anunciou que o Clube está desenvolvendo novas lideranças que, junto com os conselhos, terão a responsabilidade de tocar o Atlântico com a coragem de encarar a verdade, de fazer a coisa certa porque é correto, porque é isso que marca a integridade das pessoas. “Então eu, com muito orgulho, junto com a nossa diretoria, com os associados que tocam a vida do clube no dia a dia, afirmo aqui o nosso compromisso com a nossa diretoria em tornar o clube cada vez maior e melhor”, declarou. Disse ainda que espera o apoio incondicional de todos que sempre teve. Apresentou o plano de trabalho para os próximos dois anos e, mais uma vez, agradeceu a confiança e disse que tem fé e esperança que serão dois anos ainda mais promissores.

O presidente do Conselho Deliberativo, Antonio Carlos Piccoli, encerrou a Assembleia Geral Ordinária comentando que dirigir o Atlântico é um desafio muito grande, são muitos associados e a responsabilidade é enorme. “Fazermos de tudo para que a grande maioria esteja satisfeita, mas nem sempre conseguirmos, porém tenham a certeza, se faz um grande trabalho e um grande esforço para acertar”, encerrou.

Nova diretoria

Acompanham o presidente Julio Brondani na nova Diretoria: 1º Vice-presidente Cladir João Dariva; 2º Vice-presidente Lauri Orestes Pavan; 1º Secretário Lauriel Rubia Tasca Badalotti; 2º Secretário Isais Batista Ribeiro; 1º Tesoureiro Ginamar Suze de Moura; 2º Tesoureiro Marcos Roberto Mustefaga.

Publicidade

Blog dos Colunistas