14°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Social

Accontece by Zeni Bearzi

teste
Divulgação
Por Zeni Bearzi
Foto Divulgação/Arquivo Zeni Bearzi/Roseli

"Caminhos de Anita" é o tema dos Festejos Farroupilhas 2021. Os Festejos Farroupilhas deste ano têm por objetivo homenagear e comemorar o bicentenário de nascimento de Anita Garibaldi, uma das personalidades femininas mais cultuadas do Sul do Brasil. “Caminhos de Anita” pretende retratar a heroína conhecida por sua participação e envolvimento direto na Revolução Farroupilha (1835-1845).

O tema dos festejos é uma homenagem aos caminhos percorridos por Anita e à sua bravura, inserida no contexto da Revolução Farroupilha - a mais longa revolução do Brasil, que durou quase dez anos e tinha como ideais liberdade, igualdade e humanidade. Anita, ao lado de Giuseppe Garibaldi (1807-1882), lutou pela causa da liberdade no Rio Grande do Sul.

Para garantir o merecido reconhecimento à memória da "Heroína de Dois Mundos", como era conhecida, o Decreto nº 55.756, de 09 de fevereiro de 2021, instituiu, no Estado, o Ano de Anita, dedicado às comemorações pela passagem dos 200 anos de seu nascimento.

No âmbito das comemorações alusivas à Revolução Farroupilha no Estado, o governador Eduardo Leite, criou uma Comissão Especial, coordenada pela Secretaria da Cultura (Sedac) e integrada por mais 14 entidades. Coube a essa Comissão a tarefa de unir os festejos mais importantes do ano, culminando com os Festejos Farroupilhas.

O artista plástico, Mauro Vila Real, nascido em Frederico Westphalen, é o responsável pela identidade visual “Caminhos de Anita”.

Na 19ª RT do MTG encontramos muitas “Anitas”, que merecem esta homenagem. Algumas delas opinaram sobre este reconhecimento.

 

Cláudia Manica de Quadros - CTG Farroupilha/Erechim:

              “A homenagem neste ano de 2021, ao bicentenário de nascimento de Anita Garibaldi, nos Festejos Farroupilhas para nós prendas, só nos faz acreditar que toda mulher é capaz de enfrentar suas guerras por mais que pareçam impossíveis de vencê-las. Ela foi uma mulher de fibra e coragem e lutou lado a lado com o marido Giuseppe Garibaldi na Guerra dos Farrapos e na Batalha dos Curitibanos no Brasil e também, na Batalha de Gianicolo na Itália. Por lutar nesses dois Países foi nomeada ‘Heroína de Dois Mundos’ nos deixando esse legado que devemos nos orgulhar imensamente e faz com que nós, Prendas, nos inspiramos a buscar o nosso lugar no meio tradicionalista e na sociedade como um todo. “Não tenha medo de viver, de correr atrás dos sonhos. Tenha medo de ficar parado.” - Anita Garibaldi.

Josiane Carla Baiocco Braga - Diretora Cultural de Prendas e Peões da 19ª RT - CTG Farroupilha de Erechim:

“Anita Garibaldi, foi exemplo de mulher de dedicação e coragem, que lutou não somente na Revolução Farroupilha, mas ficou marcada em diversos tempos em nossa história. Homenageá-la, é homenagear a todas as mulheres que dedicadas e guerreiras, enfrentam desafios, trabalhos desgastantes e inúmeros problemas de desigualdades social para conseguir seu espaço, não somente no tradicionalismo, mas na sociedade em geral. Um movimento que advém da união de jovens homens tradicionalistas, tem hoje inúmeras mulheres nos mais diferentes setores, liderando da melhor forma todos os espaços. São as diversas Anitas que existem em nossa sociedade que fazem com que um o papel da mulher seja mais valorizado e com que esta ocupe cada vez mais espaços!”.

 

Nerilde Bernadete Zucchi Menosso - CTG Galpão Campeiro:

“Anita Garibaldi foi uma jovem, à frente do seu tempo, que defendia questões que promoviam a liberdade e a justiça no país. Sempre lutou ao lado de seu esposo Giuseppe Garibaldi, e mesmo grávida, não se eximiu das batalhas presentes em sua vida. E por ser uma mulher guerreira, recebeu o título de "heroína dos dois mundos" por ter lutado em diversas batalhas, sendo essas no Brasil e Itália.

Atualmente muitas mulheres também atuam como Anitas, sendo guerreiras em prol de suas causas. Por vezes, assumem cargos com competência, lideram empresas e entidades tradicionalistas sem medir esforços e sem deixar de valorizar e cuidar da família”.

Gabriele Gaiki Reik, sócia proprietária Cabanha Cincerro, Hotelaria de equinos e Turismo Rural Pedagógico - Paulo Bento/RS:

“Caminhos de Anita”, é uma linda e justíssima homenagem a “Heroína de dois Mundos” e a todas as heroínas anônimas que não deixaram seus rostos, nem seus nomes inscritos em livros ou monumentos, mas que participaram, e continuam participando, geração após geração, ativamente da construção do que chamamos de História. Ana Maria de Jesus Ribeiro da Silva, Anita Garibaldi, uma mulher intensamente feminina à frente de seu tempo, forte e corajosa, destemida e determinada, aprendeu a empunhar armas para lutar por liberdade para todo um povo, sem jamais desistir dos seus sonhos e de seus ideais. Lutou ombro a ombro com seu amado. Defendeu seu filho recém-nascido fugindo a cavalo, pois era também uma ótima cavaleira... Quantas virtudes!! Seu legado sobrevive ao tempo e aquece o coração de esperança no futuro, pois com absoluta certeza, há muitas Anitas cumprindo ainda hoje, aqui e agora, como no passado, seu fundamental papel na Sociedade, na Família e em defesa da Liberdade!!

Roseli Teresinha Battisti - CTG Sentinela da Querência. Atualmente exerce o cargo de Conselheira do MTG:

“Ana Maria de Jesus Ribeiro, mais conhecida como Anita Garibaldi, foi intitulada "heroína de dois mundos" devido à participação em batalhas no continente americano e europeu. Com todo o seu legado, ela tem uma das mais admiradas histórias apesar do pouco tempo que viveu. Por isso, a homenagem ao seu bicentenário é de extrema importância neste momento que tanto notamos a presença da mulher em muitos lugares, cada vez mais.

Ela foi e sempre será inspiração para que meninas e mulheres não desistam dos seus sonhos, continuem lutando pelo que acreditam, estejam, gradativamente, à frente de ideais que acolhem e que jamais se esqueçam de sua essência.

Que muitas Anitas nasçam, que muitas Anitas se fortaleçam. É necessária a presença de cada uma delas na evolução e no fortalecimento da nossa sociedade e do nosso Movimento Tradicionalista Gaúcho”.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas