14°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Cultura

Em primeira reunião, Frente Parlamentar Pró-Cultura elege coordenação

O objetivo da Frente Parlamentar Pró-Cultura de Erechim é dar suporte ao setor e seus fomentadores, a fim de fortalecer nesse momento pandêmico com tantos contratempos

teste
Divulgação
Por Da redação / Ascom
Foto Divulgação

Desde o início da pandemia de covid-19, em março do ano passado, o setor cultural tem sido um dos mais afetados, já que muitas de suas atividades sofreram uma série de restrições em virtude do cumprimento dos protocolos de contenção da doença. Como forma auxiliar profissionais e promover discussões sobre as necessidades desta área em Erechim, foi aprovada em fevereiro a criação da Frente Parlamentar Pró-Cultura, que realizou na manhã desta quinta-feira (18) sua primeira reunião de trabalho. Na ocasião, o proponente da iniciativa, vereador André Jucoski (PDT), foi escolhido presidente da frente, com o vereador Wallace Soares (PSDB) como vice-presidente e a vereadora Sandra Picoli (PCdoB) como secretária.

A Frente Parlamentar Pró-Cultura buscará, de acordo com Jucoski, dar suporte a fim de fortalecer o setor cultural, já que muitas pessoas – e até mesmo o próprio município – dependem dele para seu sustento. “Precisamos dar o devido respaldo aos profissionais que movimentam as atividades culturais de Erechim, sobretudo neste momento de tantos contratempos. O desenvolvimento de outros setores, como turismo e eventos, depende de um setor cultural forte, e é nesse sentido que a frente irá atuar”, afirma o vereador, ressaltando que esta será uma oportunidade para que o poder público conheça melhor as mais diversas formas de manifestação cultural do município, além de dar voz aos artistas locais e estruturar propostas de incentivo a serem levadas ao Poder Executivo.

Além dos edis que compõem a coordenação, fazem parte da Frente Parlamentar Pró-Cultura a vereadora e presidente do Poder Legislativo Ana Oliveira (MDB) e os vereadores Ale Dal Zotto (PSB), Carlinhos Magrão (PSDB) e Fifo Parenti (MDB). As reuniões, inicialmente, serão realizadas a cada quinze dias.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas