0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Saúde

Projeto ‘Testa Erechim’ será aplicado nesta semana

testagem.jpg
Por Assessoria de Imprensa
Foto Divulgação

A Secretaria Municipal de Saúde de Erechim, em parceria com a Universidade Federal da Fronteira Sul, realizará um projeto inédito de testagem rápida para a detecção do vírus causador da covid-19, nos próximos dias 10, 11 e 12. Essa pesquisa visa detectar pacientes assintomáticos em todos os bairros da cidade, a fim de verificar a velocidade de alastramento do novo coronavírus. Tal ação é para evidenciar subnotificações dos indicadores do Estado, uma vez que, no Rio Grande do Sul, a cada infectado é possível ter, em média, sete pacientes assintomáticos.

A pesquisa consiste na realização de 2 mil testes rápidos de detecção do vírus, os quais serão aplicados sistematicamente em famílias residentes em todos os bairros. O projeto ‘Testa Erechim’ será realizado de duas maneiras: nas áreas já cobertas pelas equipes da Estratégia da Saúde da Família (ESF), e na área central do município, cujo acesso será feito in loco, seguindo as coordenadas previamente definidas por sorteio, pela equipe de professores da UFFS.

Metodologia

Na primeira possibilidade, a identificação do local de testagem será feita por meio dos endereços já existentes nos cadastros dos agentes comunitários de saúde (ACS) e a testagem será definida mediante visita prévia do profissional, que orientará que o paciente vá até a UBS de seu bairro em horário pré-determinado para a coleta do exame. Aos cidadãos que não tiverem condições de deslocamento, os profissionais executarão o teste nas residências dos selecionados. Na área central da cidade, onde não existem os serviços da Estratégia de Saúde da Família, as testagens serão feitas pela identificação do endereço in loco, comparecendo a equipe junto à residência do sorteado.

As definições sobre quais famílias participarão da pesquisa, será feita por sorteio aleatório, o qual determinará a proporção de testes aplicados considerando a densidade populacional dos bairros. Dentre as unidades residenciais sorteadas, será feita a testagem de apenas um integrante da família, a ser definido pelos próprios moradores do local. Os testes serão aplicados pela equipe das Unidades Básicas de Saúde.

Considerações

Entre os objetivos da pesquisa está a identificação dos níveis de contágio do vírus e a porcentagem de imunização frente a pandemia. Já na próxima semana serão divulgados os dados coletados, o que possibilitará se ter uma noção real da situação na cidade. Estão envolvidos no projeto em torno de 150 colaboradores, entre estes, profissionais da área de saúde, administrativos, motoristas e outros.

 O secretário municipal de Saúde, Dércio Nonemacher, afirma que “a pesquisa será de extrema importância para termos uma noção de quanto o vírus está se espalhando em nossa cidade, e o que podemos melhorar no combate à doença para discutirmos os protocolos de tratamento”. O secretário destaca, ainda, a importância da colaboração da população para o bom andamento do projeto. “É primordial que o cidadão receba as equipes de trabalho que estarão identificadas com crachá da prefeitura para que façam a testagem e assim possamos ter uma visão mais clara da situação em Erechim”, pontua Nonemacher.

Publicidade

Blog dos Colunistas