16°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 6,45 Dólar R$ 5,44
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 6,45 Dólar R$ 5,44

Publicidade

Saúde

Erechinenses ainda podem se vacinar contra a gripe

A Secretaria Municipal de Saúde salienta que todas as unidades de saúde do município ainda dispõem de doses e estão aplicando a vacina

Vacinas Influenza.jpg
Por Ascom/ Prefeitura de Erechim
Foto Divulgação

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza encerrou na última terça-feira (30) e Erechim atingiu a meta de vacinar ao menos 90% dos grupos prioritários. O Município recebeu 42.810 doses da vacina desde o início da campanha no dia 23 de março. Até o dia 30 de junho, quando oficialmente a campanha foi encerrada, foram vacinados:

- 14.270 idosos, ultrapassando 100% da população estimada;

- 3.009 profissionais de saúde;

- 3.924 crianças menores de 6 anos;

- 498 gestantes, 88 puérperas;

- 33 indígenas;

- 5.447 portadores de doenças crônicas;

- 8.669 pessoas de outros grupos prioritários (professores, caminhoneiros, forças de segurança e salvamento, portadores de necessidades especiais, população privada de liberdade, trabalhadores de transporte coletivo, adolescentes e jovens em medidas socioeducativas e adultos de 55 à 59 anos de idade).

No total foram vacinadas 35.938 pessoas de todos os grupos prioritários.

A Secretaria Municipal de Saúde salienta que todas as unidades de saúde do município ainda dispõem de doses e estão aplicando a vacina contra a gripe, pois Erechim dispõe ainda de cerca de 6 mil doses de vacina para disponibilizar à população. Apesar de ter sido atingido 100% de cobertura vacinal em alguns grupos como os idosos, profissionais da saúde, indígenas e população privada de liberdade, outros grupos não atingiram a cobertura preconizada. A procura pela vacina por outros grupos prioritários como as gestantes, puérperas e crianças menores de 6 anos foi muito inferior ao desejado e a cobertura vacinal para esta população ainda é baixa.

Dércio Nonemacher, secretário de Saúde, destaca que mesmo com a Campanha Nacional tendo sido encerrada a partir de agora a vacina está disponível para a população em geral. “É importante que a população dos grupos prioritários que ainda não se imunizou procure os serviços de saúde para receber a vacina. É de extrema importância que os pais das crianças menores de 6 anos levem seus filhos para serem vacinados, bem como as gestantes e puérperas. A vacina é uma das ferramentas mais eficazes na prevenção das doenças”, pontua.

 

Publicidade

Blog dos Colunistas