0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Saúde

Contra o sarampo: em Erechim, 930 adultos receberam a dose

Dia D de vacinação aconteceu no sábado, em todo o País

Mobilização aconteceu por meio da participação do Ministério da Saúde e secretarias estaduais e muni
Por Izabel Seehaber
Foto Divulgação

Postos de vacinação de todo o País estiveram abertos no sábado (30) para o dia “D” de mobilização nacional contra o sarampo. A ação marcou a finalização da segunda etapa da Campanha de Vacinação Contra o Sarampo, iniciada no dia 18 de novembro, direcionada aos jovens com idade entre 20 e 29 anos, que ainda não haviam atualizado a caderneta de vacinação.

Em Erechim, conforme informações do setor de Vigilância em Saúde, desde o início da campanha, em setembro, 930 adultos foram vacinados, sendo que mais de 2.800 procuraram as Unidades Básicas de Saúde para buscar mais informações e esclarecimentos. “A campanha foi um sucesso e o sábado se tornou uma oportunidade extra para atualização da carteirinha de vacinação”, destacou a coordenadora do Núcleo de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Fernanda Nonemacher. Ela citou, ainda, que no primeiro grupo de vacinação, formado por crianças de seis meses até menores de cinco anos, cuja vacinação encerrou em outubro, o índice de participação também foi muito positivo. “Ultrapassamos a meta proposta pelo Ministério da Saúde”, afirmou.

Vacinação pelo País

Para o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, prevenir é essencial para impedir que o sarampo avance no País.

Para conter o avanço de casos, a mobilização nacional aconteceu por meio da participação das três esferas de governo, representadas pelo Ministério da Saúde e secretarias estaduais e municipais de Saúde.

A faixa etária de 20 a 29 anos é a que acumula o maior número de casos confirmados de sarampo, de acordo com o último boletim epidemiológico, por isso a importância desta etapa para interromper a cadeia de transmissão do vírus. Para esse público, o maior problema não é a gravidade da doença e sim o fator de transmissão para os grupos mais suscetíveis às complicações da doença, como as crianças, por exemplo.

 

 

 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas