23°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,53 Dólar R$ 4,10
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,53 Dólar R$ 4,10

Publicidade

Economia

Comércio: À espera do frio para vender

Na semana que oficializa a entrada da estação das baixas temperaturas tem feito mais dias quentes e secos. Essa situação impacta diretamente no comércio, que sofre com a diminuição das vendas, já amarga algum prejuízo, mas está na expectativa de reverter essa situação com o frio.

Comércio já amarga algum prejuízo
Vendas do período estão mais baixas do que nos anos anteriores, afirma Marli
Se a situação continuar assim, sem frio, a ideia será liquidar as roupas para não ficar parada em es
A expectativa é que ainda faça frio nos próximos dias para melhorar as vendas, afirma Franciele
Por Ígor Dalla Rosa Müller
Foto Ígor Dalla Rosa Müller

A três dias de iniciar o inverno, o que menos se viu neste ano foi frio. O último fim de semana foi um exemplo, pouca roupa e calor que mais parecia com um dia de verão. Na semana que oficializa a entrada da estação das baixas temperaturas tem feito mais dias quentes e secos. Essa situação impacta diretamente no comércio, que sofre com a diminuição das vendas, já amarga algum prejuízo, mas está na expectativa de reverter essa situação com o frio.     

Diminuição nas vendas

Segundo a vendedora de roupas, Marli Carniel, que há 10 anos trabalha com vestuário, neste ano as vendas estão mais baixas do que nos anos anteriores. “Sempre tivemos invernos maravilhosos, principalmente, vendas no mês de maio, e, neste ano, o mês de maio foi bem abaixo dos últimos cinco anos, quase 30% menos”, explica.

Marli observa que já se vendeu bastante coisa em relação ao que foi comprado, mas porque não foram adquiridas muitas peças.  As vendas estão abaixo do normal, desde o começo do ano. Compramos menos e estamos aguardando para ver, se chegar o frio vamos correr atrás de produtos e fornecedores. Mas estamos esperando ainda o inverno”, comenta.

Conforme Mari, no entanto, a expectativa é que não vai um ano de muito frio o que impacta diretamente nas vendas, no financeiro da loja e no salário do vendedor. “Aí a alternativa vai ser se concentrar na próxima estação”, diz.    

Tem que esfriar

A vendedora Michele Kufner afirma que a coleção de inverno já está comprada, mas que não está vendendo em função do calor.  “Esta é a época das roupas de frio e vendemos muito pouco, já tem muitos clientes pedindo peças de verão”, diz.  

Se a situação continuar assim, sem frio, a ideia será liquidar as roupas para não ficar parada em estoque. “Até porque no ano que vem tem outros modelos”, afirma. E, acrescenta, “por enquanto não está vendendo, tem que esfriar”.

Expectativa ainda é boa

Conforme a gerente de outra loja de vestuário no centro de Erechim, Franciele Lopes, a empresa se preparou para o frio, fez muitas compras para o inverno, com diferentes tipos de peças, mas as vendas não estão boas. “Infelizmente, ainda está quente, o verão está aí. Estávamos esperando frio, estamos vendendo roupas de meia-estação, o que ainda tem na loja”, afirma.

Segundo Franciele, a expectativa é que ainda faça frio nos próximos dias para melhorar as vendas. “A nossa aposta era para um ano mais frio que o anterior. Precisamos de frio para tentar recuperar o prejuízo que estamos tendo agora. E se o frio não vier as roupas vão para liquidação, e aí quem sai no prejuízo é o comerciante”, afirma. 

Leia também

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas